Correio da Manhã

Pelo prazer do gin
Foto Sérgio Lemos
Foto MoveNotícias
Foto Pedro Catarino
Foto Nuno Alfarrobinha
Foto Ricardo Almeida
Foto MoveNotícias
Por Gonçalo Silva | 23:48
  • Partilhe
Dia nacional do gin tónico é uma data organizada pela ‘gin lovers’ desde 2013.

COCKPIT BAR
COM MÃO DE MESTRE

Um ambiente simpático, petiscos, eficiência a servir e, claro, muitos gins, fazem do Cockpit Bar, no número 18 da Avenida Sacadura Cabral, artéria que liga o Campo Pequeno à Avenida de Roma, em Lisboa, um espaço procurado por conhecedores. Noé Pardelha, de 28 anos, um especialista na arte de trabalhar o gin, preparou para a ‘Sexta’ o Hendrick’s Gin.

O que leva e passos?
Conte com 5 cl de Hendricks gin, uma rodela de pepino, pétalas de rosa, 20 cl de tónica Fever-Tree e gelo seco. O gin deve ser preparado num copo largo, para que a bebida respire e liberte os aromas.

O gelo é colocado e com uma colher de bar dá-se uma volta para arrefecer as paredes do copo. Água a mais deve ser escorrida, o copo é em seguida aromatizado com o pepino e as pétalas, coloca-se o gin e a água tónica.

Por fim, é saborear. Custa 6,5 euros. 

NAO
IDEAL PARA O VERÃO
Chama-se Nao e é um dos gin mais vendidos no bar The Gin House, localizado na rua Cândido dos Reis, no Porto. Este gin, que custa oito euros, foi confecionado por João Martins, também conhecido por ‘Jonas’, de 25 anos, um dos funcionários do estabelecimento que se encontra de portas abertas desde 2012.

PUBLICIDADE
"Esta é uma bebida que tem muita saída e cuja confeção é muito rápida", refere Miguel Camões, um dos responsáveis do bar, que fica na zona das Galerias de Paris, na Baixa da cidade Invicta. O NAO é fresco e ideal para tomar este verão.

O espaço é marcado pela variedade na oferta dos gin e essa será uma das principais razões do sucesso deste bar, um dos primeiros a especializar-se nesta bebida que, ao longo dos anos, tem vindo a conquistar Portugal.

O que leva? Laranja e baga de cacau torrado. CUBEBA GIN BY GIN LOVERS
SUGESTÃO DE QUEM 'INVENTOU' A DATA
O projeto "Gin Lovers Príncipe Real" surgiu pelo desejo do grupo Gin Lovers ter um espaço desta bebida em Lisboa. O bar, que apresenta uma lista com mais de seis dezenas de marcas diferentes, preparou, pela mão de João Silva, de 25 anos, uma bebida para a Sexta com vista a celebrar o dia nacional que amanhã é assinalado. Trata-se do Cubeba Gin by Gin Lovers.

O que leva e passos?
Gelar o copo, espremer a lima, juntar três fatias generosas de pepino e três ou quatro folhas de hortelã. Amasse com um pilão.

PUBLICIDADE
No shaker coloque 6 cl de gin Lovers Gin, 1,5 cl de xarope de açúcar, uma clara de ovo, meia colher de bar de pimenta Cubeba. ‘Shake it up’. Retire o gelo do copo.

Sirva com óleos de lima. Custa 10 euros. 

SUL 
AROMA A ALGARVE 
É produzido em Hamburgo, na alemanha, mas tem aroma a Algarve. O gin Sul é dos mais procurados no bar Boemia, em Albufeira, gerido por Bruno Cabrita e Tiago Ferreira. Principalmente porque quando se bebe realçam os botânicos aromatizados da Costa Vicentina: limão, zimbros selvagens, alecrim fresco e esteva.

"É feito à base de ervas e botânicos do Algarve e por isso é muito procurado tanto por portugueses como por clientes estrangeiros", revela Bruno Cabrita, de 37 anos. É sempre feito em frente ao cliente, para que fique a saber exatamente como é feito.

O que leva? Primeiro refresca- se o copo com gelo e aromatiza-se com alecrim. Depois, espreme-se a casca da laranja e, em seguida, coloca-se a dose de 5 centilitros de gin. Por fim, deita-se devagar 20 centilitros de água tónica 1724.

PUBLICIDADE
Custa 11 euros. 

O TRIBUTO 
UM ELOGIO AO CALOR 
Um gin fresco com sabores cítricos. O Tributo é a proposta de Ivan Lopes da Costa, de 42 anos, na Tasca de Santana, em Coimbra. "A ideia passou por destacar sabores existentes na composição do gin ‘Le Tribute’. É muito fresco e apresenta um sabor distinto", refere o barman.

Citronela, solução doce de infusão de citronela e tangerina desidratada são alguns dos elementos que compõem a bebida. A água tónica utilizada é também da marca ‘Le Tribute’. "Um gin novo no mercado, mas com muita qualidade", indica Ivan Costa. O gin custa 11 euros.

A Tasca de Santana é um espaço de requinte e qualidade junto aos Arcos do Jardim e perto da universidade. Apresenta grande variedade de bebidas e marca a diferença no mercado da cidade.

O que leva? Citronela, solução doce de infusão de citronela e tangerina desidratada. AZOR PREMIUM 
O CAMPEÃO DE VENDAS
Localizado em pleno mercado do Bom Sucesso, na cidade do Porto, o Gin Signature apresenta um conceito diferente para todos os apreciadores desta bebida. Não fica num bar, como é comum, e as bebidas não são servidas à noite. Quem visitar este espaço pode provar o rei das vendas: o Azor Premium.

PUBLICIDADE
"É o campeão desta banca do mercado que vende álcool a pessoas sóbrias. Costumo dizer que nós educamos o paladar dos clientes, uma vez que podem apreciar e degustar a sua bebida de forma consciente", descreveu o responsável, Ruben Mata.

O gin Azor Premium – composto por ingredientes totalmente portugueses – foi confecionado por ‘Nando Catz’, de 33 anos, um dos barman do espaço que se encontra aberto há cinco anos. Custa 9 euros.

O que leva? Água tónica, maçã verde e zest de lima. 

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE