Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
3

Celebre em grande o Dia Internacional do Vinho do Porto

O dia internacional da bebida é assinalado a 27 deste mês. Uma data para partilhar a experiência.
Paulo Fonte(paulofonte@cmjornal.pt) 27 de Janeiro de 2020 às 18:00
Vinho do Porto
Vinho do Porto
Caves do vinho do Porto
Vinho do Porto
Vinho do Porto
Caves do vinho do Porto
Vinho do Porto
Vinho do Porto
Caves do vinho do Porto
Esta é uma data em que se é convidado a provar um copo de vinho do Porto, a partilhar a experiência e a saber mais sobre a bebida. A 27 de janeiro celebra-se o Dia Internacional do Vinho do Porto, uma iniciativa criada em 2012 pelo Center for Wine Origins, uma instituição dos Estados Unidos da qual o Instituto dos Vinhos do Douro e Porto faz parte.

Desde 2014 também é festejado, a 10 de setembro, o Dia do Vinho do Porto, data em que foi criada, em 1756, pelo Marquês de Pombal, aquela que é considerada a primeira região demarcada do Mundo, o Douro Vinhateiro.

O vinho é produzido sob condições peculiares derivadas de fatores naturais e de fatores humanos com o processo de fabrico, baseado na tradição, a incluir a paragem da fermentação do mosto pela adição de aguardente vínica, a lotação de vinhos e o envelhecimento.

Caves em Vila Nova de Gaia
O Douro Vinhateiro engloba perto de 250 mil hectares, onde 44 mil são compostos por vinhas e 32 mil estão autorizados a produzir vinho do Porto. Régua e Pinhão são os principais centros de produção. Produzida com uvas do Douro e armazenada nas caves localizadas em Vila Nova de Gaia, o vinho vai buscar o seu nome à cidade onde, a partir da segunda metade do século XVII, passou a ser exportado para todo o Mundo.

Este é também um dia adequado a visitar as várias caves em Vila Nova de Gaia. Para além de ficar a conhecer mais sobre como se desenrola o processo de produção, desde a seleção e apanha da uva até ao armazenamento, a maioria das caves terá também no final da visita provas de degustação, onde são servidos alguns vinhos com harmonização de sabores.

Curiosidades sobre o vinho do Porto
- 85% da produção é destinada à exportação (representa 7,5 milhões de caixas por ano).
- 20% das exportações destinam-se ao mercado francês.
- Está presente em cerca de 120 mercados.
- Tem uma enorme diversidade de tipos; surpreende por uma riqueza e intensidade de aroma incomparáveis.
- Apresenta uma persistência muito elevada, quer de aroma quer de sabor.
- A cor dos diferentes tipos de vinho do Porto pode variar entre o retinto e o alourado-claro. Ao mesmo tempo, são possíveis todas as tonalidades intermédias – tinto, tinto-alourado, alourado e alourado-claro.
- Existem quatro estilos: Tawny (envelhecido em pipa), Ruby (envelhecido em garrafa), branco e rosé.
- Com a alteração aprovada, em abril de 2018, da redução em um grau do teor alcoólico, este poderá variar entre os 18 e os 22 graus, mantendo-se os 19 graus e os 22 para as categorias especiais.
- EUA, Argentina, África do Sul ou Austrália são alguns dos países que produzem imitações do vinho.
- Pode-se considerar Dona Antónia Ferreirinha como a figura maternal do Douro. Uma das mais marcantes personagens na história da produção do vinho do Porto.
- O solo das videiras é composto por xisto, pedra predominante na região que tem origem vulcânicas.
Ver comentários