Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
6

Exposição 'Bonecos Salgados' é um alerta para o ambiente

Mostra usa plásticos recolhidos nas praias pelo autor. Está patente no Lu.ca - Teatro Luís de Camões, em Lisboa.
Paulo Fonte(paulofonte@cmjornal.pt) 29 de Janeiro de 2020 às 18:00
Exposição 'Bonecos Salgados'
Exposição 'Bonecos Salgados' FOTO: Lusa
Personagens criadas por Ricardo Nicolau com os plásticos que o mar devolve estão patentes na exposição ‘Bonecos Salgados’, no LU.CA - Teatro Luís de Camões, em Lisboa, no âmbito do ciclo +Azul.

Formado em design gráfico, o autor decidiu juntar a "expressão artística com uma preocupação ambiental" e "usar um material tão valioso, o plástico, usado irresponsavelmente", para fazer arte. E é isso que se pode encontrar na exposição - bonecos, rostos de personagens criadas com pedaços de plástico que Ricardo recolhe há mais de 20 anos em areais e que utiliza como os encontra, sem os cortar ou partir.

"Vai tudo parar à praia"
Em duas décadas de recolhas, Ricardo Nicolau de Almeida, nascido no Porto em 1975, já encontrou muita coisa: "desde drones a dentaduras, vai tudo parar à praia". O criativo acaba por organizar alguns objetos em coleções e tem mais de 200 cabeças de bonecas.

Uma exposição de esculturas feitas com lixo encontrado nas praias, que pretende consciencializar as crianças para o problema da poluição do plástico. ‘Bonecos Salgados’, de entrada livre, é para ver no Entrepiso do LU.CA até 2 de fevereiro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)