Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
5

'Génio das Cores' inaugura exposição em Cascais

Keith Haring passou a sua curta vida a lutar contra a discriminação e a injustiça. 17 obras para ver gratuitamente até novembro.
Ana Maria Ribeiro 11 de Setembro de 2019 às 17:00
Obras de Keith Haring
Obras de Keith Haring
Obras de Keith Haring
Obras de Keith Haring
Obras de Keith Haring
Obras de Keith Haring
Obras de Keith Haring
Obras de Keith Haring
Obras de Keith Haring
Obras de Keith Haring
Obras de Keith Haring
Obras de Keith Haring
As obras de Keith Haring – seja pelos temas que escolhia, pelo traço característico ou pelas cores que sempre usou – são inconfundíveis. O artista plástico americano, que morreu com apenas 31 anos, vítima de Sida, é uma das figuras mais emblemáticas da cena artística nova-iorquina dos anos 80 e, agora, alvo de uma grande exposição em Portugal.

A mostra, que inaugura no dia 10, no CascaiShopping (no âmbito do ciclo ‘A Arte vai ter com as Pessoas’) chama-se ‘Keith Haring. Entre a arte, o ativismo e a moda’ e inclui 17 obras provenientes de uma coleção particular de Itália.

A curadora Astrid Sauer diz que as obras exemplificam bem o imaginário do artista e revelam o seu lado de ativista social. "Foi sobretudo esse aspeto que nos fez escolher Keith Haring", explica à revista ‘Sexta’. "Através das suas obras, Haring comunicou a sua preocupação com questões como a violência, igualdade de género, homossexualidade, racismo, respondendo a eventos políticos e sociais da época."

A exposição, que tem entrada livre, ficará patente até dia 10 de novembro.
Keith Haring Cores Cascais Sida Portugal bibliotecas e museus artes cultura e entretenimento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)