Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
3

Páscoa para toda a família

De norte a sul do País há atividades para todos. Desde atletismo a brincadeiras com animais.
Mariana Norte e Paulo Fonte(paulofonte@cmjornal.pt) 13 de Abril de 2017 às 09:30
Menina pinta ovos da Páscoa
Oceanário de Lisboa
Academia Equestre João Cardiga, em Barcarena, Oeiras
Museu do Oriente, em Lisboa
Biblioteca Municipal de Viana do Castelo
Fundação de Serralves, no Porto
Jardim da Figueira da Foz
Vintage House Hote
Prova Grande Prémio da Páscoa
Amêndoas artesanais de Portalegre
Jardim Zoológico
Menina pinta ovos da Páscoa
Oceanário de Lisboa
Academia Equestre João Cardiga, em Barcarena, Oeiras
Museu do Oriente, em Lisboa
Biblioteca Municipal de Viana do Castelo
Fundação de Serralves, no Porto
Jardim da Figueira da Foz
Vintage House Hote
Prova Grande Prémio da Páscoa
Amêndoas artesanais de Portalegre
Jardim Zoológico
Menina pinta ovos da Páscoa
Oceanário de Lisboa
Academia Equestre João Cardiga, em Barcarena, Oeiras
Museu do Oriente, em Lisboa
Biblioteca Municipal de Viana do Castelo
Fundação de Serralves, no Porto
Jardim da Figueira da Foz
Vintage House Hote
Prova Grande Prémio da Páscoa
Amêndoas artesanais de Portalegre
Jardim Zoológico
A forma como se vive a quadra pascal varia pelo Mundo, desde a decoração de ovos à confeção de uma omeleta gigante, a criatividade não falta. Se na Alemanha as árvores são decoradas com ovos de galinha, desenhados e coloridos, na Finlândia os festejos transformam-se num autêntico Halloween do coelhinho, que leva as crianças às ruas, porta a porta, em busca de guloseimas. Com gostos para tudo, os moradores da cidade de Haux, em França, fazem uma omeleta gigante que dá de comer à cidade. Por cá, a Páscoa celebra-se pelas ruas e ruelas com procissões, compasso, jejum e orações. E é tradição popular oferecer-se uma prenda aos afilhados. Mas este também é um período de férias para os mais novos e para muitos pais. Nestas páginas passamos em roteiro inúmeras propostas que podem ajudá-lo a transformar a quadra num período inesquecível. Aproveite e divirta-se. 

Uma paragem obrigatória na profundeza dos oceanos
Do atlântico ao indico, passando pelas águas frias do sul do planeta, esta é uma oportunidade única para mergulhar e fazer uma paragem pelo Pacífico. Produzir água salgada, descobrir fósseis marinhos, viajar no mundo dos pinguins ou tirar selfies com papagaios-do-mar são algumas das atividades que o Oceanário de Lisboa preparou para receber os mergulhadores de palmo e meio. Com direito a bons sonhos, as crianças também podem dormir numa companhia muito improvável, os tubarões. Específico da quadra, o convite do Oceanário está de pé até dia 18, para crianças entre os 4 e os 12 anos. As atividades realizam-se num horário muito flexível, ajustado à rotina dos pais, estando o entretenimento garantido das 08h30 às 18h30. O preço do programa das Férias Debaixo de Água tem um custo mínimo de 40€/dia. 

Os bastidores selvagens do Zoo
A deliciar os mais novos, e não só, desde 1884, o Jardim Zoológico de Lisboa apresenta mais uma edição do campo de férias. Até dia 18 estão prometidos momentos divertidamente selvagens. Descobrir os mistérios do reino animal, conversar com tratadores e visitar os bastidores do parque são algumas das atividades. Existem ateliês para crianças entre os 3 e os 5 anos e um campo de férias até aos 16 anos. Preços variam entre os 43 €/dia e os 190€. Aberto até às 18h00. 

Andar de cavalo em Barcarena
A aventura começa e nada melhor do que andar a cavalo. Dos 7 aos 14 anos pode divertir-se nas aulas da Academia Equestre João Cardiga, em Barcarena, Oeiras. Programas a partir de 170 €.

Traquinices do pónei da Páscoa
Nestas férias vai ser possível brincar e passear com póneis traquinas, das 9h00 às 17h00. Acontece até dia 13, desde 30 €/dia, no Pony Club, Porto.

Em busca do coelhinho
O coelhinho anda a saltitar pelo Museu de Santa Maria de Lamas e são precisos ajudantes para o encontrar. O peddy-paper decorre até dia 18 e custa 3 €.

O maior ovo do galinheiro
Na quintinha pedagógica de Aveiro há viagens de trator até ao ovo gigante para os mais pequenos. Por
12 € e a partir dos 6 anos, a diversão é garantida até às 19h00.

Os ovos dos Czares
O Museu do Oriente, em Lisboa, revela os segredos dos ovos Fabergé, mandados fazer pelos czares da Rússia e oferecidos na Páscoa a membros da família imperial. De 10 a 12 deste mês, dos 6 aos 10 anos. Custa 12 €.

Um origami para dobrar e recordar
Os origamis e as leituras vão ficar em dia com os workshops da Biblioteca Municipal de Viana do Castelo. O escritor Pedro Chagas Freitas dá inspiração nos dias 10 e 11 durante a manhã.

Pascolândia no Museu Berardo
As galinhas mandam na Pascolândia do Museu Berardo, em Lisboa, de dia 10 a 13. No ‘galinheiro’, podem entrar crianças dos 4 aos 13 anos. Custa 85 €

Sementes e planetário
Ver o tesouro das sementes e visitar o planetário é o programa ideal para os reis e rainhas da floresta, até aos 12 anos. Nos dias 17 e 18, das 09h30 às 17h00, as atividades no Museu da História Natural, em Lisboa custam 25 €/dia 

Mãos à obra para criar e inventar
Misturar e inventar são os ingredientes para animar. Na Biblioteca Municipal de Pombal não vão faltar atividades até dia 18, durante a manhã e tarde.

Flores e jardins feitos de papel
Plantar um jardim de flores de papel e decorá-lo é uma das propostas da Biblioteca Municipal de Vizela. As atividades são gratuitas para umas férias em cheio até dia 15.

Sons e tons das obras sacras
A Casa da Música, no Porto, inspirou-se nos textos sacros e programou concertos até dia 12. Pode ouvir a orquestra barroca e a orquestra sinfónica com bilhetes até 18 €.

Fantoches em Albufeira
A Biblioteca Municipal Lídia Jorge, em Albufeira, dedica os dias 10 e 12 à construção de fantoches a partir da história ‘Os ovos misteriosos’. Atividades de manhã e à tarde.

Esculturas e pinturas
A Fundação de Serralves, no Porto, convida as crianças dos 9 aos 12 anos a perderem-se no parque com uma bússola à procura das esculturas que nele se encontram. Para os mais pequenos há pintura. De 10 a 13 de abril. A partir de 65 €.

Dança e animais na Figueira
Celebrar a vida é o tema das atividades no jardim da Figueira da Foz. Miúdos e graúdos são convidados a dar um passo de dança e a conhecer os animais que nascem de ovinhos. Até dia 16.

No ‘coração’ do Douro
O Vintage House Hotel oferece um programa de dia 14 a 16 para toda a família, com vista para o rio Douro. Entre caminhadas e provas de vinhos, os hóspedes podem relaxar no spa e saborear o requintado almoço de Páscoa. Preços a partir de 148 €/noite.

Com muralhas a perder de vista
Rodeadas de muralhas, as Casas do Coro, em Marialva, Mêda, na Guarda, presenteiam os hóspedes com uma estadia pensada para a quadra. Visitas a museus e degustações apuram os sentidos. Programa de três noites para duas pessoas por 890 €.

Uma visita à Estrela
O Hotel Eurosol Seia-Camelo está rodeado de espaços verdejantes e outros locais de lazer. Apresenta um programa que passa por duas noites desde 99 €. Para visitar a serra da Estrela.

Corrida em Alcácer do Sal
Em Alcácer do Sal, o XXI Grande Prémio da Páscoa vai pôr toda a gente a mexer durante 10 km. Acontece no dia 14. As inscrições estão abertas até dia 12 e o ingresso custa 3 €.

Prémio recorde em Constância
A câmara de Constância realiza dia 15 o 29.º Grande Prémio da Páscoa. Prova tem um percurso com 10 km. Também haverá provas para os mais jovens, bem como a 9.ª Caminhada, com 5 km. Prémio para quem bater recorde da prova é de 750 euros.

Hora de provar e aprovar o folar
A XIX Feira do Folar, em Valpaços, Vila Real, realiza-se a partir de hoje e até domingo. No recinto, 100 expositores abrem o apetite.

Amêndoas não podem faltar
A Páscoa não seria a mesma sem as amêndoas artesanais de Portalegre. Produzidas com amêndoas provenientes de amendoeiras locais, constituem um dos doces patrimónios da região.

Quinzena de sopas
Em Castelo de Vide pode provar as sopas de sarapatel, prato de origem judaica. Quinzena até dia 17.

O mistério das cabeças gigantes 
Localizada entre o chile e a polinésia francesa, a ilha da Páscoa, ou Rapa Nui, há muito que intriga os historiadores pelos moai – as estátuas de pedra que dão identidade ao local. Neste pequeno paraíso, o clima húmido, o calor e o sol são propícios ao passeio. As estátuas chegam a pesar 27 toneladas e algumas têm mais de 20 metros de altura. São como figuras humanas, com olhos, narizes e enormes cabeças. As mais de 800 figuras estão todas viradas de costas para o mar, construídas entre 1200 d.C. e 1500 d.C. Pensa-se que sejam uma homenagem aos mortos. Em 2008, um turista lascou a orelha de uma estátua e ficou proibido de se deslocar ir à ilha durante três anos, além de ter pago uma multa de 17 mil €. Pelo site da Momondo pode reservar a viagem, ida e volta, por cerca de 2 mil euros. 


páscoa família brincadeiras sugestões
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)