Barra Cofina

Correio da Manhã

C Studio
4
C-Studio
i
C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Betano procura mais heróis

O Heróis Betano, programa de responsabilidade social da operadora online de apostas desportivas e casino, apoia projetos de desporto e atletas amadores. Nova fase de candidaturas está a decorrer.
27 de Junho de 2022 às 11:44

Encontram-se novamente abertas as candidaturas para o programa de responsabilidade social da Betano, Heróis Betano, em heróis.pt. Focada em preservar uma forte relação com o desporto e com os seus adeptos, a Betano tem apoiado atletas, equipas ou instituições que querem chegar mais longe, mas que não têm os recursos financeiros necessários para avançar. Após um primeiro ano de iniciativa muito positivo, que terminou com a premiação internacional do programa nos EGR Awards, em Londres – na categoria de melhor campanha de marketing socialmente responsável –, a marca volta agora a abrir as portas a novas candidaturas.





Foi com cinco objetivos desportivos diferentes e cinco histórias inspiradoras que o programa Heróis do Desporto, da Betano, arrancou em 2021, com seis atletas nacionais: Hélio Fumo, Hugo Rocha, Iron Brothers, Norberto Mourão e Paulo Alves. Quando a paixão e a dedicação pelo desporto existem, ficam a faltar apenas os meios para se alcançar os objetivos. Seja em apoio financeiro ou em material desportivo, é aqui que a Betano garante ao atleta o que for necessário, para que este possa cortar a meta com sucesso. Estes desportistas ou equipas amadoras não são diferentes dos profissionais que fazem da competição a sua vida. Pelo menos, em esforço e dedicação. Já no que diz respeito ao acesso a oportunidades e ao financiamento das necessidades associadas aos desportos, existem muitas diferenças. Foi para colmatar essas dificuldades e para ajudar no cumprimento das ambições e projetos dos atletas não profissionais que a Betano lançou o Heróis Betano.

Norberto Mourão foi o primeiro herói a cumprir as tão desejadas ambições. O atleta de 41 anos, natural de Lisboa e a viver atualmente no Algarve, era pasteleiro de profissão até que aos 37 anos foi vítima de um acidente de viação numa moto. Foi aí, há 11 anos, que a necessidade de reforço muscular o levou a uma maior dedicação ao desporto. Iniciou-se como atleta de paracanoagem e percebeu que a competição o motivava a continuar. No ano passado, conquistou o bronze olímpico em Tóquio, nos jogos paraolímpicos. Somou ainda um conjunto de outras medalhas, também em 2021, em campeonatos europeus e mundiais. "Foi um ano excecional", diz Norberto Mourão.

Miguel e Pedro Ferreira Pinto, os Iron Brothers, são outro caso de sucesso entre os Heróis Betano. Os dois irmãos cumpriram a prova do Campeonato Europeu de Iron Man, em Hamburgo, este mês de junho. A primeira dupla "special team" a ser capaz de fechar esta prova dentro dos tempos regulamentares. Os Iron Brothers cruzaram a meta 14 horas, 28 minutos e 39 segundos após o início da prova, tendo completado juntos 3,8 quilómetros a nadar, 180 quilómetros de bicicleta e 42,2 quilómetros de corrida. "Foi uma prova fantástica, mas muito dura. O apoio da família e do público em Hamburgo deu-nos aquela força extra que necessitávamos", lembra Miguel Ferreira Pinto.

O programa Heróis está aberto a candidaturas, de todos os tipos de atletas e instituições amadoras, a todos os diferentes desportos, para maiores de 18 anos. As candidaturas serão analisadas e depois selecionadas por um painel constituído por elementos da Betano. Os projetos selecionados serão os novos heróis, que vão marcar o desporto nacional e apaixonar o público.




Texto escrito por Betano

}