Barra Cofina

Correio da Manhã

C Studio
2
C-Studio
i
C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

RISE, a máquina de café que desafia a gravidade

Desenhada por Philippe Starck, a nova aposta da Delta conta com um sistema de extração invertido inovador a nível mundial. O objetivo? Criar a experiência de um expresso superlativo.
5 de Outubro de 2022 às 08:59

Saída do traço preciso e ousado do designer, criador francês Philippe Starck, a RISE é a mais recente aposta da Delta Q, empresa do Grupo Nabeiro, em matéria de máquinas de café. Com um design arrojado, a nova máquina chega ao mercado suportada no conceito "down to up" que ajuda a intensificar o paladar do café.

Na verdade, a RISE incorpora um sistema de extração de café invertido, uma inovação tecnológica mundial da Delta, já patenteada, e que desafia a gravidade, dando um novo sentido à experiência de consumo de um café expresso "perfeitamente ao contrário".

O sistema RISE – Reverse Injection System Experience – é totalmente made by Delta, e permite que o café seja injetado de baixo para cima, pelo fundo da chávena, o que "reforça os aromas naturais do café e traz ao de cima um creme persistente, mantendo a temperatura ideal, e proporcionando um expresso superlativo", assegura a marca.

A ideia nasceu no Centro de Inovação do Grupo Nabeiro – a Diverge – a partir da procura constante por novas experiências de consumo de café.

Pela primeira vez, o copo é também um elemento ativo e crítico na extração da bebida. Criado em sintonia com o desenvolvimento da máquina RISE Delta Q with Starck, ele ganha primazia na criação de uma bebida que potencia todas as características organoléticas e sensoriais do café.

 

Um novo sentido

"Hoje, o futuro ganha um novo sentido. Apresentamos uma das maiores inovações da história da Delta mantendo o nosso compromisso de proporcionar uma experiência superior de consumo e desafiando o mercado com uma novidade revolucionária para as casas dos portugueses", sublinha o CEO do Grupo Nabeiro, Rui Miguel Nabeiro, que acrescenta ainda "esta é a grande inovação Delta Q, depois da cápsula, e com ela queremos virar o mundo ao contrário".

O mesmo responsável recorda que a colaboração com o criador francês Philippe Starck representa "um momento relevante para a marca com a curadoria de Philippe Starck, que através da RISE Delta Q with Starck mostra como a tecnologia e o design podem coabitar".

A Delta Q aproveitou ainda a oportunidade para apresentar a sua nova imagem e assinatura – "O expresso feito com perfeição" –, e um posicionamento Expressialista.


Sustentabilidade, diversificação e inovação

Rui Miguel Nabeiro não deixou de falar em outros projetos desenvolvidos pelo grupo, que suportam os seus pilares estratégicos: sustentabilidade, diversificação e inovação.

No caso do primeiro pilar, destaque para o International Coffee Party, projeto desenvolvido desde 2018, em África "que visa juntar a família e reforçar o papel da mulher, ao mesmo tempo que permite o desenvolvimento de novas técnicas agrícolas, o investimento em equipamentos modernos e na formação".

Mas a sustentabilidade passa ainda pelo primeiro vinho sem sulfitos adicionados e, na energia, pelo recurso a veículos elétricos (em 30% da frota) ou nas energias renováveis que suportam já 100% da laboração na fábrica-mãe em Campo Maior.  

A diversificação revela-se na entrada em novas áreas de negócio "como a oferta de salicórnia em alternativa ao sal", e a inovação está não apenas na máquina agora apresentada, mas em outras apostas "como a Mini MilkQool, a mais pequena máquina do mercado para preparação de leite".

O evento Delta Inovação 22 fechou com a presença de Rui Nabeiro, fundador do Grupo Nabeiro, ou "o homem do trabalho" como ele próprio se definiu. Rui Nabeiro recordou as origens da sua empresa e reforçou a importância de contar com "bons clientes, bons amigos e bons colaboradores, na senda do sucesso".