Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais C-Studio
Especiais C-Studio
i
C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Redescobrir Lisboa com a SCML

Voluntários da SCML ajudam a comunidade sénior a sair de casa e conhecer parte do património da cidade, como o convento de São Pedro de Alcântara e a sumptuosa capela dos Lencastres.
13 de Fevereiro de 2020 às 15:41
Luísa Agapito (de vermelho na imagem) foi a voluntária da SCML que guiou o grupo de Marvila na visita ao convento de São Pedro de Alcântara
Arlete integrou o grupo que visitou o convento de São Pedro de Alcântara
Fernando integrou o grupo que visitou o convento de São Pedro de Alcântara
Isalda integrou o grupo que visitou o convento de São Pedro de Alcântara
Pedro Rocha, técnico da direção da cultura da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.
Visita ao convento de São Pedro de Alcântara
Luísa Agapito (de vermelho na imagem) foi a voluntária da SCML que guiou o grupo de Marvila na visita ao convento de São Pedro de Alcântara
Arlete integrou o grupo que visitou o convento de São Pedro de Alcântara
Fernando integrou o grupo que visitou o convento de São Pedro de Alcântara
Isalda integrou o grupo que visitou o convento de São Pedro de Alcântara
Pedro Rocha, técnico da direção da cultura da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.
Visita ao convento de São Pedro de Alcântara
Luísa Agapito (de vermelho na imagem) foi a voluntária da SCML que guiou o grupo de Marvila na visita ao convento de São Pedro de Alcântara
Arlete integrou o grupo que visitou o convento de São Pedro de Alcântara
Fernando integrou o grupo que visitou o convento de São Pedro de Alcântara
Isalda integrou o grupo que visitou o convento de São Pedro de Alcântara
Pedro Rocha, técnico da direção da cultura da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.
Visita ao convento de São Pedro de Alcântara

O que têm em comum os treze moradores do bairro lisboeta de Marvila que a fotografia documenta? Partilham o mesmo gosto: a descoberta do património cultural da cidade de Lisboa. Pelas mãos de Luísa Agapito (de vermelho na imagem), voluntária da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, o desafio é lançado à comunidade sénior para, de quinze em quinze dias, ‘Redescobrir Lisboa’. A última visita foi ao Convento de São Pedro de Alcântara, edifício do século XVII. Ligado à Guerra da Restauração, trata-se de um património rico e único, que merece ser visitado. Luísa Agapito é, desde setembro de 2015, um dos rostos do Centro de Promoção Social da PRODAC, da Santa Casa de Lisboa.

"Levar as pessoas a saírem de casa e conviverem é um dos grandes objetivos desta iniciativa. Mas não só. Também queremos dar foco na parte cultural, com ênfase na nossa História", explica Luísa Agapito. "Decidi ser voluntária quando me reformei, depois de ter trabalho muitos anos na área da diplomacia económica. Entendi que, com o tempo que tinha nas mãos, devia dar à vida algo daquilo que recebi. Como me interesso por questões culturais, assim que tive conhecimento deste programa da Santa Casa, inscrevi-me de imediato", conta.

O trabalho comunitário deste centro tem sido realizado para a comunidade de Marvila, não só na área da ação social, mas também nas áreas da saúde e cultura. E foi neste último contexto que surgiu o projeto ‘Re-descobrir Lisboa’, como forma de valorizar o território e promover a qualidade de vida.

"O nosso objetivo é promover, acima de tudo, iniciativas como estas das visitas guiadas, feitas com qualidade e que promovam a valorização pessoal de todos os que nela participam", explicou Cristina Simões, diretora do centro. O programa inclui palácios, conventos e jardins centenários. Há cinco anos que os moradores de Marvila descobrem os tesouros escondidos de Lisboa.

Voluntariado com rigor e compromisso apoia oito mil utentes

Há mais de 20 anos anos que a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa promove o voluntariado nos domínios da ação social, da saúde e da cultura.

A gestão do voluntariado é assegurada pela Unidade de Promoção do Voluntariado, sendo a equipa constituída por um conjunto de colaboradores em regime de exclusividade e um corpo de voluntários que prestam apoio nas mais variadas funções.

No total, são mais de 400 os voluntários que participam ativamente no trabalho da instituição, num compromisso que é assumido com rigor: há uma entrevista, formação e enquadramento e tem de ser desenvolvido de forma regular. Depois deste processo, os voluntários complementam a ação dos profissionais, nomeadamente através do apoio emocional dos beneficiários, da diversificação das atividades, da implementação de novas práticas e da promoção do conhecimento.

Com a sua presença, os voluntários da instituição dão apoio a mais de oito mil beneficiários, estando presentes em cerca de uma centena de equipamentos (de creches a centros de dia e unidades de saúde).

Visitas guiadas à Capela dos Lencastres

A ‘joia do Convento’ é a capela dos Lencastres, uma sumptuosa construção em mármores embutidos, ao gosto italiano, construída em memória de D. Veríssimo de Lencastre, cardeal do Reino. O Convento foi entregue à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, por decreto de D. Pedro, Duque de Bragança, ex-imperador do Brasil, a 31 de dezembro de 1833. Para mais informações sobre as visitas, contactar a Direção da Cultura da Santa Casa. Tel. 213 235 233/824/06.