Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais C-Studio
9
Especiais C-Studio
i
C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Santa Casa aposta na transição para o digital

O seminário ‘Transição para o Digital na Santa Casa’ vai ser palco de duas apresentações sobre soluções digitais no âmbito do apoio à terceira idade
17 de Setembro de 2020 às 10:52
Francisco Pessoa e Costa, diretor de Estudos, Planeamento e Controlo de Gestão na SCML
Francisco Pessoa e Costa, diretor de Estudos, Planeamento e Controlo de Gestão na SCML

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) realiza no próximo dia 24 de setembro o seminário ‘Transição para o Digital na Santa Casa’, organizado pela Direção de Estudos e Planeamento Estratégico da instituição. Francisco Pessoa e Costa, da SCML, desvendou ao CM os temas a debater e falou sobre a forma como a tecnologia pode apoiar os utentes da Santa Casa.

O que vai ser debatido neste seminário?

Com a realização deste seminário pretendemos alcançar dois objetivos: contribuir para um maior nível de sensibilização dos trabalhadores da SCML para a temática do digital e mostrar a forma como o digital pode contribuir para melhorarmos o nível dos serviços que prestamos aos nossos utentes nas nossas diversas áreas de atuação.

Quando desafiámos os nossos parceiros a participar, partilhando casos que nos pudessem servir de inspiração, tivemos estes dois objetivos em consideração.

Pedimos-lhe que partilhassem experiências, não apenas casos de sucesso, e que nos contassem a forma como conseguiram criar valor, fazer a diferença. Considerámos importante trazer situações concretas, que sejam passíveis de transportar para o universo Santa Casa e para serem utilizadas no dia a dia da nossa instituição. –

Mas o debate vai um pouco mais longe...

Quisemos, depois, ir um pouco mais longe. Quisemos questionar: E fora da Santa Casa? Como pode o digital ser útil para a economia? Será que a utilização deste tipo de soluções constitui um fator de inovação e modernização da economia? O convite formulado à Secretária de Estado da Inovação e da Modernidade Administrativa e ao secretário de Estado Adjunto, do Emprego e da Formação Profissional para integrarem o painel com o Provedor da SCML tem como objetivo contribuir para a resposta a estas questões. Convidámos ainda alguns dos nossos parceiros tecnológicos, para nos ajudarem a debater a questão da criação de valor.

No final do dia, esperamos ter alcançado os objetivos e ter contribuído, também, para ajudar outras empresas a assumir uma estratégia de transição para o digital com benefícios efetivos.  Serão também apresentados projetos para a terceira idade. 

Em que consistem? 

Serão duas apresentações distintas e com objetivos igualmente diferenciados. Convidámos a Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso a partilhar o sistema de gestão de tarefas e atividades que implementou como suporte de toda a sua atividade. Sendo, aparentemente, um sistema de índole mais operacional e administrativo, com impacto na redução dos tempos de execução de tarefas, a sua aplicação possibilita a implementação de uma estratégia proativa, suportada na monitorização, em tempo real, de indicadores de saúde dos utentes.

Num outro domínio, a SAP irá partilhar connosco a sua experiência na área da Ação Social, numa apresentação que ilustra a aplicação de soluções tecnológicas e a melhoria do nível de qualidade e bem-estar que é possível de alcançar através do digital. Para além destas duas apresentações, uma outra, da responsabilidade da EDIGMA, vai permitir-nos avaliar a forma como a utilização de conteúdos e a realidade virtual podem contribuir para reduzir o isolamento de utentes institucionalizados e identificar sinais precoces de doença.