Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais C-Studio
7
Especiais C-Studio
i
C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Santa Casa na Feira do Livro

A participação da SCML na Feira do Livro é uma maneira de afirmar a aposta na produção de conhecimento, apoiando também os investigadores, fator fundamental para a construção de uma sociedade cada vez mais esclarecida e, por isso, mais aberta ao entendimento do outro.
1 de Setembro de 2022 às 10:53

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) está presente na Feira do Livro de Lisboa (92ª edição), integrando o verdadeiro ambiente de festa cultural que por estes dias toma conta da cidade e promovendo também as suas obras, missão e património junto do público.

“A divulgação da cultura é também uma das áreas de missão da SCML, que dispõe de um acervo cultural muito importante, pois reuniu ao longo dos seus 524 anos de existência um vasto património histórico, artístico e documental”, começa por lembrar Samuel Esteves, diretor do Centro Editorial da Santa Casa, que por estes dias levou para o Parque Eduardo VII centenas de volumes representativos dos cerca de 190 títulos diferentes do acervo.

A participação da SCML na Feira do Livro é também uma forma de construir uma relação com os leitores, com os livros e os autores e criar dinâmicas que se prolongam para além da Feira do Livro, designadamente em atividades com e na Biblioteca da SCML.

Samuel Esteves conhece esta missão como a palma da sua mão, ou não tivesse o Centro Editorial da Santa Casa, que dirige, a responsabilidade de “produzir, publicar e divulgar a obra social que vai sendo realizada pela instituição e “que contribui com conhecimento técnico nas mais variadas áreas da ação social à saúde passando pela educação ou a cultura”.

Além destes, no stand da Santa Casa é também possível encontrar, por exemplo, livros e catálogos dedicados à divulgação do legado patrimonial desta instituição secular, “de que é talvez expoente máximo a igreja e o museu de São Roque”, verdadeiros ex-libris da cidade de Lisboa e da sua história.







Stand da SCML oferece um programa para todas as idades



Samuel Esteves, diretor do Centro Editorial da SCML


Tal como os restantes participantes na feira (este ano estão representadas 140 entidades entre editoras, fundações, livrarias e bibliotecas), também a SCML apresenta uma programação artística vasta e muito diversificada, que inclui espetáculos de jazz, recitais de opera e música erudita, horas do conto, conversas, além das habituais sessões de lançamento.

Samuel Esteves reconhece que estes são dias “muito especiais” e, para eles, o Centro Editorial da SCML – parceira cultural da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) - prepara-se “ao longo do ano inteiro”.

“Além dos espetáculos e atividades para todas as idades, vamos ter vários lançamentos, diferentes e para todos os tipos de público. Logo na abertura da feira, tivemos o lançamento do livro ‘O Hospital Real de Todos-os-Santos: Lisboa e a Saúde’, edição recentemente agraciada com o Prémio APOM 2022, da Associação Portuguesa de Museologia, na categoria de Investigação e editado pela SCML em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa. Destacamos o catálogo da exposição “Ver novas todas as coisas”, de Inácio de Loyola, mas também temos títulos infantojuvenis e temas atuais como é o caso do livro ‘Santa Casa da Misericórdia de Lisboa na linha da frente na resposta à Covid-19’, obra que retrata as transformações sociais e organizacionais nos serviços de ação social, no contexto da pandemia, entre muitas outras obras”, conta.



Técnicos e voluntários estão na feira a apoiar os visitantes



Outro dos destaques vai para o lançamento de um novo volume da coleção “Sebentas de Ação Social’, sobre o “novo modelo de intervenção que tem sido desenvolvido nos Centros de Dia, algo que foi repensado pela SCML para fazer face às exigências das atuais gerações”, e que também vai ser apresentado no certame.

A Feira do Livro proporciona ainda uma interação da Cultura com a comunidade e consequentemente a promoção do desenvolvimento individual e coletivo, uma vez que é através do conhecimento que se potencia a capacidade reflexiva, o sentido crítico e a criatividade que conduzem um melhor entendimento do que nos rodeia e nos permitem encontrar soluções inovadoras aos desafios contemporâneos.

Mas como não podia deixar de ser, a SCML tem também uma missão solidária neste evento. Qualquer pessoa de idade mais avançada ou com dificuldade na mobilidade, que usufruir da feira por mais tempo e de forma mais confortável, pode requisitar uma cadeira de rodas no stand da APEL, que deverá depois ser levantada no espaço da Santa Casa. Todos os dias, os visitantes podem contar também com o apoio de vários voluntários da SCML, bem como dos técnicos da Direção da Cultura da SCML, disponíveis para aconselhar e ajudar a escolher as melhores leituras para os próximos tempos.





Feira do Livro 2022

Programação Stand da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa


Conferência/debateProgramação infantilApresentação/lançamentoMúsica



HOJE
16h-17h00 | Pavilhão
Hora do conto para crianças até aos10 anos, em torno das “Aventuras da formiga Nini”, uma audaz formiga que, graças às suas peripécias, mergulha os jovens leitores no maravilhoso reino da natureza e respetivasleis e regras
18h00-19h00 | Pavilhão
Debate sobre o tema do oitavo Caderno Técnico – “Conservação e restauro de bens culturais: A sustentabilidade do património – Perspetivas de futuro”. Museologia - as diferentes perspetivas entre apresentar, mostrar e conservar


AMANHÃ
19h00-20h00 | Pavilhão
Nesta mesa redonda em torno do livro “Mais do que acessibilidade: valor”, serão debatidos de forma positiva a deficiência e as questões subjacentes, contribuindo assim para uma sociedade mais inclusiva e atenta às pessoas com deficiência
20h35-21h15 | Pavilhão
Concerto do saxofonista Mark Cain - criação de ambientes variados de música pop, lounge, jazz, smooth jazz e nu jazz, acompanhados por saxofone


3 DE SETEMBRO > SÁBADO
20h00-20h45 | Pavilhão
Concerto do saxofonista Mark Cain - criação de ambientes variados de música pop, lounge, jazz, smooth jazz e nu jazz, acompanhados por saxofone


5 DE SETEMBRO > SEGUNDA-FEIRA
16h00-17h00 | Pavilhão
Jogo da glória em tamanho real, para crianças até aos 12 anos, baseado no livro infantojuvenil “A vida extraordinária de São Roque”
18h00-18h45 | Auditório Sul
Debate sobre “Os novos desafios dos Centros de Dia - Espaços Interage da SCML”, considerando projetos já desenvolvidos, que demonstram o impacto desta estratégia nas pessoas e no território
18h45-19h10 | Auditório Sul
Atuação do grupo musical Ópera Wave


6 DE SETEMBRO > TERÇA-FEIRA
16h00-17h00 | Auditório Sul
Jogo da glória em tamanho real, para crianças até aos 12 anos, baseado no livro infantojuvenil “A vida extraordinária de São Roque”
18h00-19h00 | Pavilhão
Conversaem torno do livro “Políticas Públicas na Longevidade” que consubstancia o diagnóstico de índole colaborativo, integrando os contributos dos vários detentores de interesse – parceiros sociais, stakeholders e peritos – sobre a temática da Longevidade


7 DE SETEMBRO > QUARTA-FEIRA
16h00-17h00 | Pavilhão
Hora do conto para crianças até aos 10 anos, em torno das “Aventuras da formiga Nini”, uma audaz formiga que, graças às suas peripécias, mergulha os jovens leitores no maravilhoso reino da natureza, respetivas leis e regras
18h00-19h00 | Pavilhão
Lançamentoda 11ª edição dos Cadernos Técnicos da SCML - “Construção ou Adaptação de Edifícios para Arquivo”. O objetivo desta iniciativa é a troca de experiências numa área fulcral para a preservação do património documental, relegada frequentemente para segundo plano


8 DE SETEMBRO > QUINTA-FEIRA
15h30-16h30 | Pavilhão
Jogos para crianças até aos 10 anos, em torno no livro “Os duendes existem mesmo?”: loto dos direitos, puzzle gigante e construção de marionete
17h00-18h00 | Pavilhão
Lançamento do livro “Geografia de um Legado”, décimo primeiro volume da Coleção Beneméritos da SCML, sobre Adriano Leandro (1887- 1974), uma viagem pela autora Ana Gomes, do Centro Editorial da Misericórdia de Lisboa
19h00-20h30 | Auditório Sul
Lançamento do livro “Projeto Radar - A experiência do processo”, uma obra que expressa o reconheci mento e valorização da Pessoa 65+. Esta obra tem como contexto a cidade de Lisboa, incluindo a génese, a conceção e a operacionalização


9 DE SETEMBRO > SEXTA-FEIRA
17h00-17h45 | Auditório Sul
Apresentação do volume 5, da coleção Património da SCML dedicado à Mitra - Polo de Economia Social. Mais um projeto de reabilitação que respeita a identidade e história do edificado mas que o projeta para o futuro sempre com a preocupação das pessoas
16h00-17h00 | Pavilhão
Hora do conto para crianças até aos 10 anos, em torno das “Aventuras da formiga Nini”, uma audaz formiga que, graças às suas peripécias, mergulha os leitores no maravilhoso reino da natureza, respetivas leis e regras
20h00-20h45 | Pavilhão
Concerto de Vita Brevis, quarteto de cordas composto por dois violinos, viola de arco e violoncelo. Interpretação de reportório do período barroco ao clássico


10 DE SETEMBRO > SÁBADO
17h30-19h00 | Pavilhão
Debate “A arte na comunidade. O que é, qual sua importância, como se faz?” - debate sobre os efeitos dos projetos em curso entre o Centro de Promoção Social, da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, e o Serviço de Públicos e Desenvolvimento Cultural – Direção da Cultura da SCML
20h00-20h45 | Pavilhão
Concerto de Vita Brevis, quarteto de cordas composto por dois violinos, viola de arco e violoncelo. Reportório do período barroco ao clássico

Por Boas Causas