Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais C-Studio
1
Especiais C-Studio
i
C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Nutrição na saúde da mulher

O que comemos determina as mudanças no corpo e o envelhecimento. Por esta razão, uma alimentação saudável e a correção dos défices nutricionais, aliadas a um bom diagnóstico bioquímico, clínico e psicossocial, são essenciais para a saúde da mulher
11 de Setembro de 2020 às 07:47


Redigido por Dr.ª Susana Barros (0855N), Nutricionista no Trofa Saúde Amadora e Loures

As mulheres são únicas! Hormonas, funções reprodutivas, metabolismo e composição corporal são alguns dos fatores que as distinguem dos homens, e que explicam a necessidade de uma alimentação diferente entre eles. Ser mulher é uma verdadeira montanha-russa. É viver em vários ciclos ao longo da vida, desde a primeira menstruação (menarca) à menstruação mensal, gravidez, pós-parto, amamentação, perimenopausa e menopausa. Todas estas etapas acarretam alterações hormonais e desequilíbrios de alguns nutrientes (vitaminas e minerais). De facto, sintomas pré-menstruais fortes, dificuldade em engravidar, falta de líbido, excesso de peso, acne, síndrome do ovário poliquístico, depressão pós-parto, enjoos na gravidez, cansaço extremo, ganho de gordura abdominal, e a alteração do sono na menopausa podem ser melhorados ou resolvidos com uma alimentação cuidada e uma nutrição individualizada.

Recomendações Alimentares

A alimentação deve adaptar-se ao perfil bio individual de cada mulher. Estas devem ter uma alimentação variada e privilegiando a ingestão de comida de verdade, na qual incluam alimentos com uma proteína de boa qualidade (animal e vegetal), hidratos de carbono não refinados, alimentos ricos em fibra (frutos, legumes, cereais integrais), gorduras ricas em ácidos gordos mono e polinsaturados (azeite, abacate, frutos gordos e peixes gordos). Para além disso, é importante garantir uma hidratação ajustada a cada etapa que a mulher atravessa, a promoção de um intestino saudável, o exercício físico regular e uma boa gestão da componente emocional. Está contraindicada a ingestão excessiva de sal, açúcar, alimentos processados, salgados, molhos, refeições pré-cozinhadas, bolos, bolachas, chocolate.

Exemplos de etapas específicas da mulher Menstruação e TPM

Devido à perda de sangue no ciclo menstrual, é essencial repor as reservas de ferro, de forma a evitar problemas (ex.: anemia). Para aumentar a absorção do ferro e a mobilização das suas reservas, é essencial um bom aporte de vitaminas C e A. Alguns dias antes da menstruação, a maioria das mulheres refere sentir mudanças físicas e de humor (TPM): retenção de líquidos, depressão, irritabilidade e vontade incontrolável por doces. Esta situação pode ser explicada porque há uma quebra de estrogénio e um aumento da progesterona, que levam à queda da serotonina (a hormona do bem-estar). Nesta fase deve dar-se ênfase a nutrientes como a vitamina B6, o magnésio e o ácido fólico.

Gestação

O estado nutricional de uma grávida tem implicações não apenas na sua saúde, mas também na do bebé. Nesta etapa, para além dos cuidados gerais, a mulher deve controlar o ganho de peso, ajustar as necessidades nutricionais ao trimestre, controlar o intestino, fazer a suplementação vitamínica e mineral nas doses adequadas e, atempadamente, a eliminação da dieta de substâncias potencialmente perigosas (álcool, tabaco, drogas).

Menopausa

Esta é uma fase que se caracteriza pelo fim do período fértil, momento em que os ovários deixam de produzir estrogénio e progesterona. Os problemas mais associados à menopausa são o excesso de peso, a acumulação de gordura na zona abdominal, a osteoporose e o desequilíbrio no metabolismo dos lípidos. Esta fase acarreta necessidades especiais de alguns nutrientes como o cálcio, a vitamina D, o zinco, o magnésio, antioxidantes e gorduras insaturadas. Independentemente da fase da vida em que está, a mulher deve ter consciência das necessidades que o seu organismo impõe, e que uma nutrição cuidada, ajustada e bem orientada pelo profissional é necessária para atravessar cada uma dessas fases da vida com saúde e equilíbrio, garantindo um envelhecimento com qualidade.