Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais C-Studio
7
Especiais C-Studio
i
C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

O que é a rinoplastia?

A deformidade nasal pode condicionar alterações funcionais, como a perturbação da respiração, originar alterações estéticas ou poderão coexistir ambas. As causas que contribuem para esta alteração podem ser congénitas ou adquiridas (sequela de traumatismo nasal).
13 de Agosto de 2019 às 12:26

O que é a rinoplastia?

O nariz é uma estrutura central da face, pelo que é compreensível que a rinoplastia seja uma das intervenções cirúrgicas mais frequentemente realizadas, indicada para quem está insatisfeito com o formato do seu nariz. Deste modo, procura-se alterar a forma e o tamanho, para adquirir uma aparência mais harmoniosa e proporcional às outras estruturas da face.


O objetivo pode ser:

1 - Reduzir ou aumentar o tamanho do nariz;

2 - Modificar a largura da base da pirâmide nasal;

3 - Centralizar o nariz que evidencia um desvio lateral;

4 - Corrigir bossa nasal ou nariz em sela;

5 - Melhorar o contorno e a projeção da ponta nasal;

6 - Melhorar o ângulo nariz-lábio e/ou frontonasal.


A técnica a utilizar e os vários passos a realizar no procedimento cirúrgico não são iguais em todos os doentes. Assim, cada cirurgia é delineada consoante o desejo do doente e a anatomia nasal do mesmo.

É uma cirurgia realizada sob anestesia geral, com a duração de cerca de  duas horas.


Existem duas grandes abordagens na rinoplastia:

- Na rinoplastia fechada, não há incisões na pele e as estruturas nasais são todas dissecadas por dentro da narina.

- Na rinoplastia aberta, faz-se uma pequena incisão na columela nasal, combinada com incisões dentro do nariz, para se exporem as estruturas nasais. Na técnica aberta, a cicatriz é quase impercetível ao final de 15 dias. Durante a cirurgia, as estruturas ósseas e cartilaginosas nasais são remodeladas para melhorar a forma do nariz e, em alguns casos, são necessários enxertos de cartilagem que podem ser colhidos no septo nasal, nas orelhas ou na grelha costal (costelas), para ajudar a remodelar o nariz.


O pós-operatório

A cirurgia é quase indolor e muito bem tolerada pelo doente. Na maioria dos casos, é possível ter alta hospitalar ao final do dia da cirurgia.

Em quase todas as rinoplastias poderá ocorrer uma equimose ligeira junto aos olhos e é normal haver algum edema (inchaço) temporário no nariz e face. Por norma, é utilizada uma tala de proteção externa durante uma semana.

Um nariz operado pode demorar desde alguns meses até cerca de um ano a ficar com a forma final devido a edema residual mas, habitualmente, após um a dois meses, a maior parte do edema do nariz desaparece.

A atividade diária normal é retomada cerca de 15 dias após a cirurgia e o exercício físico cerca de três semanas após a intervenção, exceto desportos de contacto que só devem ser retomados às seis semanas.

A rinoplastia procura melhorar a aparência e otimizar a função respiratória. O resultado final depende do estado inicial, pelo que as expectativas de melhoria deverão ser ajustadas individualmente. A mesma técnica cirúrgica não terá o mesmo resultado em todos os doentes, visto que cada pessoa terá as suas próprias características, modificando o resultado estético.


Redigido por Dr. Ângelo Sá (OM53188), cirurgião plástico e reconstrutivo no Trofa Saúde Hospital na Amadora e em Loures