Correio da Manhã

5 truques para apimentar a sua relação
18:26
  • Partilhe
Hot, hot, hot! Evite a monotonia, mantenha-se picante

É fatal, todas as relações atingem um ponto em que os parceiros estão habituados um ao outro, sabem de cor os sins e os nãos, o que fazer, quando, onde e como. Se está nesta fase, eis as nossas dicas para acicatar os ânimos.

1. Sexting Pistols

A versão moderna das cartas de amor, o sexting, pode ser o seu passaporte para uma noite picante. O neologismo que combina as palavras sexo e messaging é uma tendência entre os mais jovens e as personalidades mediáticas. No fundo, trata-se de escrever aquilo que nem todos dizem ao vivo. Dê largas à sua imaginação – o limite é o da sua relação – e diga-lhe aquilo que lhe vai fazer "logo à noite."

 
2. Soletre: B-D-S-M

Se se assustou – é normal – com a sigla BDSM (bondage, dominação e sadomasoquismo), talvez este seja precisamente o momento de experimentar. Incluir um pouco de BDSM na sua relação não significa que tenha de passar a vestir cabedal diariamente e a incluir correntes no seu arsenal de acessórios sexuais. Comece por conversar com a parceira para estabelecer barreiras, como quais as práticas a evitar, a força física que ambos estão dispostos a tolerar, e escolha uma palavra de segurança, que qualquer dos parceiros dirá se se sentir desconfortável. Depois, escolha um acessório "picante", como um par de algemas ou uma venda, e parta à descoberta de novas sensações. Espreite um destes kits completos para poder experimentar de tudo um pouco.

PUBLICIDADE

3. Um "tapinha" não dói

Como cada caso é um caso, nem sempre convém abusar, mas, lá diz a expressão brasileira: "Um tapinha não dói." Mesmo que ela não seja propriamente fã de um pouco de "força", experimente uma palmadinha daquelas capazes de atiçar mesmo o mais acomodado dos parceiros. E vale para os dois lados, para eles e para elas.


4. Tempo para uma rapidinha

Seja no elevador, numa sala de cinema vazia ou na sua casa de banho, poucas aventuras são mais excitantes do que as que incluem a chamada "rapidinha", planeada ou não. O nosso guia para rapidinhas é breve, inclui passar à frente dos preliminares, optar por sexo oral para um estímulo inicial e, em última análise, usar um bom lubrificante para facilitar a penetração.

PUBLICIDADE

5. 1+1=3

Não estamos a fazer a apologia do ménage à trois (fica para outra ocasião), mas sim a dizer-lhe que talvez esteja na altura de introduzir um acessório na sua relação. Esta não é uma decisão fácil de tomar, levar para o quarto um gadget que dura e dura e dura pode trazer à superfície as inseguranças de alguns homens. Assim, sugerimos um estimulador para casais, como este We-Vibe Sync, que estimula o clitóris, o ponto G e o pénis, e que pode muito bem salvar uma noite aborrecida.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE