Barra Cofina

Correio da Manhã

Sedução
9

C-Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo Cofina. É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Sedução Vibrolandia

As melhores dicas para aumentar o prazer

Mesmo que tenha sexo do outro mundo, há sempre formas de o elevar a outras dimensões!
16 de Abril de 2019 às 11:41

O sexo é bom, a frequência é boa, a intimidade está no ponto. Mas (e há sempre um mas), falta aquele salero de filme, o fogo que faz com que cada suspiro saiba a último, tamanha a intensidade da relação.

São precisos dois para dançar o tango, mas deixamos do seu lado o primeiro passo desta dança que ambos vão querer aprender.

 O conhecimento não ocupa lugar

E o autoconhecimento só traz vantagens nas relações. No sexo, é importante, mais do que conhecer o corpo do parceiro, conhecer o seu. As zonas erógenas são um ponto de partida, mas cada corpo é um corpo e uma zona altamente excitante para uma pessoa pode não o ser para outra. Conheça as zonas que aumentam o entusiasmo.

A masturbação é também muito frutífera para mais prazer a dois. Perceber que movimentos deixam o corpo mais excitado é meio caminho andado para conseguir, depois, transmitir à outra pessoa aquilo que quer e aquilo de que gosta.

 A boca tem (todo) o poder

Sim, falamos do óbvio sexo oral, que tem todo o poder para deixar a cara-metade no ponto. Há quem o prefira à penetração, pela intensidade mais controlada e pelos movimentos mais variados. Quer seja ponto de partida ou ponto de chegada, usem e abusem dos lábios e da língua. A sinestesia vai ser de ir às nuvens e voltar… as vezes que quiserem.

Mas a boca tem outro poder que muitos, por vergonha ou esquecimento, se esquecem de usar: o poder de vocalizar. Exprimir aquilo de que gosta, aquilo de que não gosta, aquilo que quer experimentar e os seus receios melhora a relação do casal, tanto a nível sexual como emocional. Se não estiverem na mesma página, é um momento de partilha; se estiverem, é o começo de novas aventuras!

E ainda há uma terceira utilidade para esta zona tão atraente: beijar, beijar, beijar! Experimentem um gloss vibrant, que promete pequenas ondas de vibração pouco depois de o aplicar. O melhor: ao fazer sexo oral, o parceiro também sentirá as vibrações!

Explorem a respiração

Nos exercícios de ioga e relaxamento aprende-se a controlar a respiração. Inspirar e expirar, de forma lenta e prolongada. Para a relação pegar fogo, é preciso acelerar um bocadinho. Combinar respirações ofegantes (15) com uma lenta, repetir três vezes e diz quem experimentou que é orgasmo certo para elas! Mesmo que não sejam adeptos da matemática, há uma dica imprescindível: não prenda a respiração antes do orgasmo.

Quente, frio, ou os dois?

As diferenças de temperatura podem fazer maravilhas pela relação e fazer-vos atingir novos níveis de prazer. Um cubo de gelo na boca com o qual lhe percorre o corpo, por exemplo, vai incendiar mais o ambiente do que arrefecer. Um rebuçado de menta enquanto faz sexo oral é também uma boa dica. Se preferem temperaturas mais quentes, optem por chocolate derretido em várias partes do corpo. Temperatura aumentada de forma doce, muito doce…

Para novas sensações, podem sempre experimentar os lubrificantes com sensação de calor ou com sensação de frio, que trazem ondas de prazer intensas nos genitais, durante a relação.

Controlar a velocidade

Na estrada, isto significa imediatamente pôr pé no travão e não ultrapassar os limites. Na estrada do sexo, as orientações são outras! Alternem entre o abrandar e o acelerar para retardarem a chegada ao destino e prolongarem a relação.

Se o objetivo for o orgasmo em simultâneo, as técnicas são diferentes. Para ela, assumir o controlo com posições em que seja ela a dominar é uma técnica muito eficaz. Deve, também, continuar a ser estimulada durante a penetração, nomeadamente no clitóris. Já para ele, o sexo oral moderado e trocar de posição podem ajudar a controlar o momento do clímax, para ser em simultâneo com a parceira.

Por último… Parar!

Sim, leu bem. Pode parecer contraditório, mas quando estiverem muito próximos do clímax, se pararem uns segundos, vão conseguir prolongar a sensação de prazer… Se forem pacientes, podem fazê-lo mais do que uma vez. Quando finalmente atingirem o orgasmo, vai ser mais intenso do que todos os que já tiveram!

Mais Noticias de Sedução