Correio da Manhã

Enxurradas deixam rasto de destruição no Alto Douro
Foto Pedro Rebelo
Foto Pedro Rebelo
Foto Pedro Rebelo
Foto Pedro Rebelo
Por Patrícia Moura Pinto | 01:30
  • Partilhe
Moradores de aldeias de São João da Pesqueira e Carrazeda de Ansiães sofreram com chuva intensa e trovoada.

Uma hora de chuva intensa e trovoada forte, no final do dia de quarta-feira, destruiu ruas e inundou garagens no concelho de São João da Pesqueira. As consequências mais graves registaram-se nas aldeias de Várzea de Trevões e Vilarouco, onde a enxurrada arrancou a calçada e provocou a queda de muros e aluimento de taludes.

"A aldeia está toda arrasada, os paralelos das calçadas estão todos levantados, nunca assim tinha visto", conta Maria Ferreira, habitante de Várzea de Trevões. Na rua dos Montinhos, a água impediu a passagem dos carros e danificou totalmente a calçada numa rua paralela, deixando as manilhas visíveis. Na zona da ribeira, o cenário era ainda mais desolador.

"Cheguei pelas 20h00 e já não consegui chegar a casa com o carro. Tive de ir por uma rua estreita e de deixar o carro afastado de casa porque não conseguia passar. Era um rio autêntico, com pedras e lixo e muita terra", testemunha José Lourenço, atarefado com a limpeza da garagem, sem ainda conseguir fazer contas aos prejuízos.

Manuel Cordeiro, presidente da Câmara de São João da Pesqueira, garantiu ao CM que foi mobilizada a máquina de rasto do município para ajudar a remover o entulho e que os técnicos já estiveram no terreno a fazer o levantamento dos danos para que as obras avancem o mais depressa possível. 

Condutor retido na via inundada
No distrito de Bragança, a situação mais complicada viveu-se em Carrazeda de Ansiães. Após 20 minutos de chuva intensa, a rua Dr. João José de Freitas ficou inundada e surpreendeu os automobilistas. Um precisou de ajuda de outro condutor para sair da zona alagada, onde a água chegou a ter meio metro de altura. "A rua parecia um ribeiro", conta Olívia Santos, moradora. Em Torre de Moncorvo, ficaram inundadas vias e um muro caiu.

PUBLICIDADE
Tempo instável vai manter-se
u As previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera indicam que o tempo instável, com chuva e trovoada, vai manter-se no interior Norte e Centro, nos próximos dias. As temperaturas deverão subir a partir de domingo.

SAIBA MAIS
174
Várzea de Trevões contava, em 2011, com 174 moradores. A localidade de São João da Pesqueira foi vila e sede de concelho até ao início do século XIX.

Poder da direita
Carrazeda de Ansiães tem sido um feudo político de direita. Desde 1976, quer nas legislativas quer nas autárquicas, venceram sempre CDS, PSD ou AD.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE