Académico recomenda "cuidado" ao governo para não "alienar" apoio popular no norte de Moçambique

Por Lusa|22.01.19
  • partilhe
  • 1
  • +

O investigador britânico Eric Morier-Genoud recomendou hoje ao Governo moçambicano que lide com a situação de insegurança no Norte com "cuidado", para não "alienar" a população da região, fazendo com que passe para "o lado dos insurgentes".

O Governo moçambicano "tem de lidar" com a "seita extremista islâmica" que está a atuar no norte de Moçambique "com o cuidado de não alienar o resto da população na zona, para que não passe para o lado dos insurgentes", afirmou à Lusa Eric Morier-Genoud, investigador e professor de História de África na Queen's University, em Belfast.

"É uma situação muito complicada e acho que o Governo tem de ter, por um lado, muita força, mas, por outro, muita subtileza para neutralizar e prevenir a expansão dessa insurgência", acrescentou o investigador, especialista e autor de várias publicações relacionadas com Moçambique e com a África de língua portuguesa.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!