Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Junta do centro histórico do Porto avança com cadastro dos edifícios

Anúncio foi feito na sessão ordinária desta segunda-feira da Assembleia Municipal.
Lusa 30 de Abril de 2019 às 10:01
Câmara do Porto
Câmara Municipal do Porto
Câmara Municipal do Porto
Câmara do Porto
Câmara Municipal do Porto
Câmara Municipal do Porto
Câmara do Porto
Câmara Municipal do Porto
Câmara Municipal do Porto
A União de Freguesias do Centro Histórico do Porto vai entregar à Câmara do Porto um cadastro dos edifícios naquele território, onde constará, por exemplo, o tipo de ocupação do prédio, bem como o seu estado de conservação.

"Pusemos, à cerca de um mês, um grupo de funcionárias a sinalizar todos os edifícios e a fazer o cadastro de cada edifício com a fotografia do edifício e a ocupação que tem. (...) Este trabalho está a ser feito e vamos depois fazer chegar ao presidente da câmara um dossier com o cadastro dos edifícios do centro histórico do Porto", afirmou António Fonseca, presidente daquela união de freguesias.

O anúncio foi feito na sessão ordinária desta segunda-feira da Assembleia Municipal do Porto, onde o autarca constatou que durante 30 anos, mesmo com edifícios muito degradados, não havia incêndios.

"Isto é para reflexão de todos nós. Durante 30 anos, havia muitos edifícios do centro histórico do Porto, completamente degradados, alguns devolutos, com instalações elétricas sem segurança nenhuma e não havia incêndios. Curiosamente, de um momento para o outro, em alguns edifícios, alguns deles em melhores condições que outros que já foram intervencionados, passou a ver incêndios", disse.

Sublinhando que pretende apenas uma reflexão sobre o tema, António Fonseca, foi perentório ao afirmar que "alguma coisa se está a passar".

O autarca explicava que, no caso da casa onde nasceu o escritor Almeida Garrett, no Porto, o edifício que foi destruído por completo no incêndio que deflagrou no sábado, já estava desabitado há dois anos.

O incêndio, de causas desconhecidas, aconteceu um mês depois de a Câmara do Porto ter anunciado estar a ponderar adquirir o edifício que já se encontrava devoluto para fazer nascer ali o Museu do Liberalismo.

O autarca revelou ainda que a junta vai visitar todos os edifícios que têm "só idosos", precisamente, sublinhou, para sinalizar aqueles que não tem qualquer acompanhamento.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)