Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

31 detidos em operação contra rede chinesa de extorsão e branqueamento em Madrid

Recorriam a ameaças de morte, sequestros e até à amputação de membros para conseguir o reembolso dos empréstimos
8 de Julho de 2014 às 10:50

Mais de 30 pessoas foram detidas numa operação da Polícia Nacional espanhola contra uma organização chinesa acusada de extorquir cidadãos em Espanha e, posteriormente, branquear o capital obtido ilicitamente.

Os 31 detidos, sete dos quais ficaram em prisão preventiva, tinham criado uma complexa rede empresarial que utilizavam para branquear o capital obtido pelas extorsões a compatriotas.

A rede aplicava juros diários de quase 10% a empréstimos que concediam, a maioria por dívidas de jogo, tanto em casinos legais em Madrid como em jogos clandestinos, segundo explicou a Polícia Nacional em comunicado.

Depois recorriam a ameaças de morte, sequestros e até à amputação de membros para conseguir o reembolso dos empréstimos. Os membros da rede enganavam as vítimas através de pessoas que colocavam nos jogos de póquer ou mahjong para falsificar os resultados e assim empurrar os participantes para dívidas que, em alguns casos, chegavam a superar um milhão de euros.

 

Espanha Operação Polícia Espanhola Rede chinesa de extorsão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)