Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Angola: AI pede respeito pelos direitos humanos

Organização pede respeito pela liberdade de expressão.
Lusa 2 de Novembro de 2015 às 08:00
Vários attivistas pró-democracia têm sido detidos
Vários attivistas pró-democracia têm sido detidos FOTO: Getty Images

A Amnistia Internacional insiste com Angola no respeito pelos direitos humanos, nomeadamente no que respeita à liberdade de expressão, manifestação e reunião, num momento em que país tem sido visível pelas detenções de ativistas pró-democracia.

"O nosso pedido para o governo é que respeite as obrigações internacionais porque Angola ratificou diversos tratados de direitos humanos, ou seja, está obrigada internacionalmente a cumprir com o que esses tratados exigem, mas na prática não é o que a gente está vendo", disse à Lusa Mariana Abreu, a coordenadora de campanhas para Angola, sublinhando que "a Constituição de Angola prevê o direito à liberdade de expressão, à liberdade de manifestação e reunião".

A responsável da AI sublinhou que "sem dúvida nenhuma, o maior problema que tem acontecido nos últimos anos e, especialmente neste ano, é a violação ao direito de liberdade de expressão, associação e reunião porque as pessoas não estão podendo se manifestar".

Angola Amnistia Internacional direitos humanos liberdade de expressão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)