Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

47 arguidos no maior processo de pornografia infantil

A Polícia Judiciária (PJ) realizou esta quinta-feira a maior operação em Portugal contra pornografia infantil na Internet, tendo sido constituídas arguidas 47 pessoas, anunciou a PJ.
14 de Julho de 2005 às 19:45
A Judiciária desencadeou uma operação no âmbito da luta contra a pornografia infantil na Internet que motivou 47 buscas, em simultâneo, em residências e estabelecimentos, com cerca de 200 investigadores em todo o país.
Foi identificado um grupo de indivíduos que se dedicava à "divulgação massiva de fotografias e filmes de pornografia infantil na Internet", que recorria à utilização de programas de partilha de ficheiros "Peer to Peer" (ponto a ponto), segundo a PJ.
Os agentes apreenderam 58 computadores, "numerosos discos ópticos e material informático diverso".
As investigações decorriam em Portugal há 14 meses, durante os quais foi recolhida informação sobre indícios da prática deste tipo de crime, "sendo suportada em informações provenientes de congéneres europeias no âmbito da cooperação e luta contra a pedofilia na Internet", acrescenta a PJ.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)