Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

"A cor e o grão negro" da arte de Ângelo de Sousa chegam a Paris

Lusa 21 de Janeiro de 2017 às 09:45

A primeira exposição individual de Ângelo de Sousa (1938-2011) em França tem por objetivo mostrar ao público "a cor e o grão negro" da sua obra, simultaneamente "solar" e "ancorada no solo", disse à Lusa o comissário da exposição.

"Ângelo de Sousa - La Couleur et Le Grain Noir des Choses" ("A Cor e o Grão Negro das Coisas") foi o título escolhido pelo comissário Jacinto Lageira para resumir a mostra que vai estar aberta ao público de 25 de janeiro a 16 de abril, na delegação francesa da Fundação Calouste Gulbenkian.

"[O título] tem a ver com essa situação de opor de maneira assim formal a cor - que é um tema muito principal no trabalho dele, na pintura, no desenho e na fotografia - e esse grão negro das coisas que é, no sentido literal justamente, o grão mesmo negro das coisas que ele fotografava, o chão, o chão de cimento, a areia, as pessoas na rua, aquela coisa que encontrava nas paredes, nos muros, na cidade e que ele encontrava também na natureza", explicou Jacinto Lageira à Lusa.