Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

"A democracia está doente"

Manuela Ferreira Leite afirmou este sábado que “a democracia está doente”, comparando o “clima de medo” que se vive hoje em dia em Portugal com o que havia “antigamente”.
9 de Maio de 2009 às 17:01
A líder social-democrata durante a sua intervenção no almoço do 35.º aniversário do PSD
A líder social-democrata durante a sua intervenção no almoço do 35.º aniversário do PSD FOTO: Estela Silva / Lusa

“Hoje os actos de prepotência e arrogância são intoleráveis porque anti-democráticos, tal como é intolerável o clima de medo existente entre as autoridades públicas e os cidadãos”, afirmou a presidente do PSD, durante o almoço de 35.ª aniversário do PSD, comparando os dias de hoje com o passado.

“Antigamente tinha-se medo da prisão caso se discordasse do poder instituído. Hoje tem-se medo de perder o negócio ou o emprego”, exemplificou Ferreira Leite, lamentando que haja “um medo de retaliações e de falar com desconhecidos ou ao telemóvel”.

Razões pelas quais Ferreira Leite considerou que 'a nossa democracia está doente.  Não há democracia plena enquanto os cidadãos não puderem confiar nela e  na justiça'.   

“A maior fragilidade da nossa sociedade está na qualidade da nossa democracia',  sublinhou a líder 'laranja', considerando que 'o sentimento de impunidade' talvez seja 'a face  mais visível da falta de credibilidade do sistema'.  

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)