Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

ACIDENTE EM LISBOA FAZ QUATRO MORTOS

Quatro homens morreram e uma mulher ficou gravemente ferida ontem, pelas 17h55, na sequência de uma colisão seguida de despiste do automóvel em que seguiam, na Segunda Circular, sentido Benfica-Sacavém, junto à Rotunda do Relógio, em Lisboa. A viatura ligeira caiu de um viaduto com sete metros de altura e fez um voo de quase 20, embatendo de tejadilho no solo.
27 de Outubro de 2003 às 00:00
O Renault 11, após choque com outros dois veículos – que sofreram danos de pouca monta -, saiu da via e caiu na faixa de rodagem da via de acesso à Segunda Circular para o trânsito proveniente de Chelas.
O facto de o Renault 11 ter embatido com o tejadilho no solo não deu qualquer hipótese de os ocupantes escaparem. A passageira que se salvou, embora com ferimentos graves, foi projectada do carro antes de este embater no asfalto.
Os quatro homens que seguiam na viatura acidentada, todos de raça negra, desconhecendo-se as suas identidades, foram dados como mortos ainda no local por elementos do Instituto de Emergência Médica (INEM).
O único ocupante do sexo feminino, Joana Almeida, de 28 anos, foi socorrida ainda no local pelo INEM, e transportada ao Hospital de S. José, onde, ao fim da noite, continuava internada em estado grave, com prognóstico reservado.
Ainda segundo a mesma fonte policial, terá sido a chuva, que caía copiosamente na altura, que terá originado o acidente que envolveu três viaturas. No entanto, as consequências do sinistro só tiveram a gravidade verificada porque o Renault 11 terá saído da colisão desgovernado, a grande velocidade. imediatamente antes da zona onde existe um muro de protecção do viaduto.
A via onde o veículo se imobilizou, bem como a que lhe está paralela, a qual serve o trânsito procedente da Rotunda do Relógio, só foram reabertas ao trânsito pelas 19h30.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)