Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Açores reduzem impostos para investimentos

Com vista à exportação e reabilitação urbana.
2 de Julho de 2014 às 14:03

O Governo Regional dos Açores vai reduzir impostos a empresas que invistam na produção de bens transacionáveis que potenciem as exportações, reduzam as importações ou contribuam para a reabilitação de centros urbanos.

"O regime de benefícios fiscais ao investimento empresarial, regulamentado por um decreto já publicado no passado dia 27, prevê deduções à matéria coletável de IRC ou isenções e reduções da taxa de IMI ou de IMT aos investimentos de valor superior a 2 milhões de euros nas ilhas de S. Miguel e Terceira ou de 400 mil euros nas ilhas de Santa Maria, Graciosa, S. Jorge, Pico, Faial, Flores e Corvo", frisou o vice-presidente do executivo açoriano.

Sérgio Ávila falava numa conferência de imprensa, em Angra do Heroísmo, apresentando este que é um dos sete sistemas de incentivos inseridos no programa Competir+, que estará em funcionamento entre o segundo semestre de 2014 e o final de 2020.

Para o vice-presidente do Governo Regional, com estes incentivos, os Açores ficam dotados de "condições singulares e extremamente atrativas para o crescimento do investimento privado", já que têm "a carga fiscal mais reduzida do país", acrescida de benefícios para quem investe.

Podem candidatar-se aos incentivos empresas, sociedades ou cooperativas que invistam na produção de bens e serviços transacionáveis, que potenciem o aumento de exportações ou a redução de importações ou que contribuam para a reabilitação dos centros urbanos de vilas ou cidades.

Ver comentários