Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Dois anos e seis meses de prisão para armador

Naufrágio ocorreu a 25 de outubro de 2013.
Lusa 21 de Dezembro de 2015 às 05:06
Naufrágio ocorreu a 25 de outubro de 2013.

O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um armador de Vila do Conde a uma pena de dois anos e seis meses de prisão, suspensa na sua execução, por quatro crimes de homicídio negligente, na sequência de um naufrágio na Figueira da Foz, em 2013.

O armador estava acusado de quatro crimes de homicídio por negligência e o Ministério Público tinha considerado que houve "desinteresse pelas regras e cautelas", nomeadamente o uso de coletes de salvação aquando da saída do porto, que, no entender da procuradora, poderia ter evitado a morte de quatro dos oito tripulantes.

O naufrágio ocorreu a 25 de outubro de 2013, num dia em que nenhum barco tinha saído para a faina. A embarcação "Jesus dos Navegantes" decidiu largar o porto, tendo acabado por ser surpreendida "por uma forte volta de mar, com cerca 3,5 metros de altura", a 0,5 milhas náuticas da barra. Uma segunda vaga, com a mesma altura, atingiu a embarcação por estibordo, o que provocou o naufrágio.

Vila do Conde Figueira da Foz Tribunal de Coimbra Ministério Público Jesus dos Navegantes crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)