Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Advogado diz que "há ilegalidade" na detenção de Comandos

Entregou "Habeas corpus" no Supremo para libertação dos sete militares.
Lusa 18 de Novembro de 2016 às 11:55
Hugo Abreu, Miguel Domingues, Dylan Silva, Prova Zero, Alcochete, Polícia Judiciária Militar, Cândida Vilar, DIAP, Lisboa, INEM, Ministério Público, Mário Maia, mortes, Comandos, Exército
Hugo Abreu, Miguel Domingues, Dylan Silva, Prova Zero, Alcochete, Polícia Judiciária Militar, Cândida Vilar, DIAP, Lisboa, INEM, Ministério Público, Mário Maia, mortes, Comandos, Exército FOTO: CMTV

O advogado Varela de Matos entregou esta sexta-feira no Supremo Tribunal de Justiça, em Lisboa, um pedido de "habeas corpus" para libertação imediata dos sete militares dos comandos detidos para interrogatório judicial, disse hoje o advogado à Lusa.

"Há ilegalidade na detenção dos militares", frisou o advogado de alguns dos militares.

Varela de Matos, requereu ainda que os sete militares não sejam ouvidos pelo juiz de instrução antes de ser apreciada a legalidade da sua detenção.

Varela de Matos Supremo Tribunal de Justiça Lisboa crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)