Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

ADVOGADOS DE DEFESA CONTRA RUI TEIXEIRA

Os três advogados dos arguidos do caso ‘Casa Pia’, Celso Cruzeiro, Rodrigo Santiago e Serra Lopes, teceram ontem várias críticas ao juiz Rui Teixeira, relacionadas com a medida de prisão preventiva aplicada aos seus clientes, respectivamente Paulo Pedroso, Jorge Ritto e Carlos Cruz.
4 de Junho de 2003 às 03:33
António Serra Lopes
António Serra Lopes FOTO: Arquivo CM
Celso Cruzeiro, que ontem recebeu parte das escutas telefónicas e uma foto usada para a identificação de Paulo Pedroso, reafirmou a sua convicção de que não há motivos para manter o seu cliente em prisão preventiva. “Aquilo que é apontado, usando uma imagem, anda entre o ridículo e o assustador”, disse o advogado em entrevista pela SIC.
Já Rodrigo Santiago, citado no mesmo canal televisivo, apontou erros técnicos e inconstitucionalidades na decisão do juiz em decretar a prisão preventiva para Jorge Ritto.
“Existem erros técnicos no despacho do juiz Rui Teixeira suficientes para mandar libertar o antigo embaixador”, apontou.
Quanto a Serra Lopes, a propósito do recurso de Carlos Cruz não ter sido apreciado pelo Tribunal da Relação, afirmou ir remetê-lo para o Tribunal Constitucional ou directamente para o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.
Por sua vez, o bastonário da Ordem dos Advogados, José Miguel Júdice, também na SIC, apelou à sensatez, “para que não se condenem as pessoas antes dos tribunais, nem “se absolvam as pessoas antes de serem julgadas”.
Ver comentários