Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

AEP queixa-se do fornecimento de electricidade

A Associação Empresarial de Portugal (AEP) enviou esta segunda-feira uma carta à EDP a queixar-se de interrupções no fornecimento de energia eléctrica que ocorrem “elevadíssima frequência” e afectam varias empresas portuguesas.
27 de Novembro de 2006 às 18:36
Na carta, a AEP afirma que as interrupções vão ocorrendo a “um ritmo insustentável, bastando para tal que se verifiquem, como nos últimos dias, condições meteorológicas adversas”. Segundo o vice-presidente da associação, Couto dos Santos, estas situações põem em causa a capacidade da EDP para assegurar condições básicas para a actividade produtiva da empresa.
“Os custos destas interrupções são muito elevados, quer porque implicam a paragem e reinicio de funcionamento dos processos produtivos (em alguns casos com consequências extremamente pesadas), quer pelos danos causados em equipamentos mais sensíveis”, precisou.
Couto dos Santos adiantou adianta ainda que no seu entender os clientes da EDP “têm direito a que lhes seja prestado um serviço em condições consonantes com o preço que pagam”, mas o que se verifica é que “a electricidade que os industriais portugueses consomem é não só cara com de má qualidade”.
A AEP termina a carta solicitando à EDP que tome “urgentemente as medidas indispensáveis para prestar, níveis de qualidade de serviço consonantes com a sua função de interesse estratégico para a economia”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)