Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

AGENTES MUNICIPAIS AGREDIDOS A MURRO

Três agentes à paisana da Polícia Municipal do Porto ficaram ontem feridos por terem sido agredidos a murro e com barras de ferro quando realizavam uma operação de fiscalização no Bairro de S. João de Deus, numa escaramuça que acabou em troca de tiros.
28 de Agosto de 2004 às 00:00
Os três agentes municipais para evitarem consequências mais graves, puseram-se em fuga numa viatura sem identificação da polícia.
Para além de terem sido agredidos, os três agentes municipais foram também injuriados e as viaturas que utilizavam foram apedrejadas.
O oficial de dia no Comando Metropolitano da Polícia de Segurança Pública (PSP) do Porto disse que os três agentes municipais foram atacados por cinco homens, cerca das 12h40 de ontem, na sequência de uma operação que estavam a efectuar no interior de um prédio devoluto naquele bairro camarário.
Tudo terá começado quando os três agentes observaram os cinco homens a manusear um saco plástico.
“Os agentes suspeitaram que o saco continha estupefacientes” adiantou ao Correio da Manhã o oficial de dia no Comando da PSP do Porto.
Depois “quando os agentes tentaram abordar os cinco indivíduos, eles começaram com as agressões”, acrescentou.
Apesar de toda a confusão gerada, os três agentes conseguiram ainda sacar o saco de plástico aos intrusos.
Dentro do saco foram encontradas 12 doses de heroína, que foram apreendidas. Foi por causa desta apreensão que os factos começaram a agravar. Os cinco homens começaram a discutir e a insultar os três agentes. Foi então que as agressões começaram, precisou a fonte.
Os agentes viram-se obrigados a retirar-se do Bairro de S. João de Deus em viatura sem identificação da polícia
Já a circular na viatura, a brigada municipal ouviu vários tiros, tendo respondido também com armas de fogo.
Segundo o oficial da PSP do Porto, os disparos dos agentes não provocaram quaisquer danos, mas os tiros dos outros danificaram a viatura em que seguiam os agentes. Os agentes receberam tratamento hospitalar às escoriações sofridas, regressando posteriormente às suas casas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)