Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Ajuda externa: Metas orçamentais de Portugal são alcançáveis mas CGD coloca riscos

Lusa 22 de Fevereiro de 2017 às 14:00

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considera que as metas para o défice orçamental de 2016 podem ser alcançadas, mas volta a alertar para o peso que a recapitalização da Caixa Geral de Depósitos (CGD) tem na dívida pública.

"É provável que o objetivo orçamental para 2016 seja alcançado, mas a despesa pública prevista para a recapitalização da CGD pesou na dívida pública no final do ano", sublinha o FMI no relatório sobre a quinta missão de acompanhamento pós-programa a Portugal, divulgado hoje.

O Fundo prevê que a dívida pública suba em 2016, "apesar da revisão em baixa do défice" para o ano, "devido aos custos da recapitalização do banco", de 129% do PIB em 2015 para 130,8% em 2016, "ligeiramente acima do pico anterior, de 130,6% em 2014".

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)