Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Ajuda externa: PS diz que avaliações positivas significam sempre mais austeridade

2 de Maio de 2014 às 14:30

O PS considerou hoje que as avaliações positivas do Governo e da 'troika' ao programa de ajustamento têm sempre como consequência mais austeridade em Portugal e acusou o executivo de ter ultrapassado os limites da "dissimulação".

Eurico Brilhante Dias, membro do Secretariado Nacional do PS, falava após o vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, e a ministra de Estado e das Finanças, Maria Luís Albuquerque, terem anunciado a conclusão por Portugal da 12.ª e última avaliação da 'troika' (Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional).

"Os portugueses sabem que nestes últimos três anos as avaliações positivas da 'troika' e do Governo têm a consequência de sempre: Mais austeridade. Haverá um aumento da taxa social única (TSU), do IVA e uma nova taxa para a indústria farmacêutica, mas o Governo tem vindo a dizer que estes aumentos de impostos não são aumentos de impostos. Há limites para a dissimulação", declarou Eurico Brilhante Dias.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)