Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Ajuda externa: Antecipar reembolso ao FMI é "bom sinal" mas precisa de acordo - Bruxelas

Lusa 22 de Janeiro de 2015 às 16:13

Bruxelas considera que a intenção de Portugal de antecipar o pagamento ao FMI é "um bom sinal", mas alerta que a operação está dependente do acordo dos restantes Estados-membros, disse uma porta-voz da Comissão Europeia à Lusa.

A porta-voz da Comissão Europeia para o Emprego, Crescimento, Investimento, União Económica e Monetária e Semestre Europeu, Annika Breidthardt, afirmou hoje, à Lusa, que Bruxelas "tem conhecimento do anúncio feito pela ministra das Finanças de Portugal" na quarta-feira no parlamento e que "o reembolso antecipado de um empréstimo é sempre um bom sinal e mostra que a economia portuguesa está no bom caminho".

No entanto, Annika Breidthardt referiu-se a uma cláusula existente nos contratos de empréstimo que define que "qualquer reembolso antecipado tem de ser proporcional entre todos os credores", o que significa que Portugal teria de antecipar também os pagamentos aos credores europeus, uma possibilidade que a ministra das Finanças já afastou.