Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Alfândega do Porto defende expansão com saída de funcionários das Finanças

Lusa 19 de Março de 2015 às 17:38

O Centro de Congressos da Alfândega quer uma "melhor utilização" do espaço onde está instalado, defendendo que a Câmara do Porto se envolva no "realojamento" dos funcionários da Autoridade Tributária e Aduaneira (ATA) que ainda ocupam no edifício.

"Uma melhor utilização da Alfândega passa por chegar a um acordo com o Ministério das Finanças que permitisse libertar [todo] o edifício. Seria importante que a Câmara encontrasse alojamento adequado para os funcionários da ATA que ainda ocupam parte do imóvel", disse à Lusa o presidente do Conselho Geral do Centro de Congressos, Alberto Castro.

O responsável, que quer articular a oferta de turismo de negócios da Alfândega com o Pavilhão Rosa Mota e a Associação Comercial do Porto (ACP), explica que tal "realojamento" permitiria expandir o centro de congressos "dentro dos limites do edifício".