Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Alta tensão: Testemunhas ouvidas em tribunal

O julgamento da acção que a Junta de Freguesia de Monte Abraão avançou contra a Redes Energéticas Nacionais (REN) começou esta sexta-feira no Tribunal Administrativo e Fiscal de Sintra, onde foram ouvidas duas testemunhas chamadas pela acusação.
23 de Novembro de 2007 às 14:20
O primeiro testemunho foi de Maria Alves, moradora em Monte Abraão, que falou do alerta que deu quando viu o início da instalação dos postes junto à Anta de Monte Abraão.
O segundo testemunho foi dado por um engenheiro que colocou alguns postes de muito alta tensão no concelho de Sintra e morador em Agualva-Cacém, António Santos. Esta testemunha, que trabalhava para a EDP, referiu o impacto negativo para a saúde pelo excesso de exposição e proximidade dos campos electromagnéticos dos postes de muito alta tensão. No entanto, quando questionado pelo advogado de defesa da REN, António Santos, não conseguiu dar provas do eventual surgimento de cancro nas pessoas que residem junto a postes de muito alta tensão.
O julgamento prossegue esta tarde com a inquirição de outras duas testemunhas chamadas pela REN.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)