Alunos marcham até à AR para exigir obras no antigo Liceu Camões em Lisboa

Em declarações aos jornalistas, os estudantes recordaram a queda de um teto numa sala de aula, depois de uma tempestade.
10.01.19
Cerca de 400 alunos da Escola Secundária de Camões, em Lisboa, estavam à 11h00 concentrados frente à Assembleia da República (AR) para exigir as obras prometidas para o antigo Liceu Camões.
Alunos marcham até à Assembleia da República para exigir obras no antigo Liceu Camões em Lisboa

Os alunos, acompanhados por alguns pais e professores, saíram cerca das 10h00 do Liceu Camões, na Praça José Fontana, e foram em desfile até ao parlamento.

Com muitas buzinadelas e apitos, os alunos gritam palavras de ordem como "obras já" e exibem cartazes, onde dizem "o teto cai-me em cima", "as obras não eram em 2009?" e "por uma escola pública de qualidade para todos".

Um concurso internacional para as obras de requalificação do edifício centenário do Liceu Camões, na praça José Fontana, que espera há anos por uma intervenção, foi lançado em meados do ano passado, envolvendo um investimento de 12,46 milhões de euros, mais do que o inicialmente previsto, segundo o Ministério da Educação.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!