Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Ambientalistas denunciam que metade das embalagens de resíduos perigosos não são recolhidas

Lusa 8 de Abril de 2018 às 12:08

A associação ambientalista Zero denunciou hoje que cerca de metade das embalagens com restos de substâncias perigosas não são recolhidas, considerando que o Governo está a fazer uma "gestão imprudente" face aos riscos associados a parte dos produtos comercializados.

"Se as 9,8 mil toneladas de produtos fitofarmacêuticos (pesticidas) vendidas em 2016 (INE, 2016) deveriam ser em si mesmas um motivo de enorme preocupação para os cidadãos, não menos preocupante é o facto das autoridades permitirem que 50% das embalagens destes produtos perigosos não sejam entregues", denuncia a Zero em comunicado.

De acordo com a associação ambientalista, em causa está a nova licença atribuída pelo Governo ao Sistema Integrado de Gestão de Embalagens e Resíduos em Agricultura (Valorfito) que estabelece metas "pouco exigentes", que, segundo a Zero, "não só não têm em conta os riscos destes resíduos perigosos poluírem os solos, a água e atmosfera, mas também contrariam a legislação em vigor".

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)