Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Amnistia denuncia despejos forçados e repressão à liberdade de expressão em Angola

Lusa 25 de Fevereiro de 2015 às 00:01

A Amnistia Internacional (AI) denunciou os despejos forçados, a repressão aos direitos de liberdade de expressão e manifestação, os homicídios e o desaparecimento de pessoas em Angola no relatório anual, hoje divulgado.

"Seria bom que se avançasse um pouco mais no respeito pelas liberdades civis e também pelo direitos económicos, sociais e culturais em Angola", disse à Lusa Vítor Nogueira, presidente da direção da AI Portugal, lembrando ainda que é necessário investigar com rigor e punir os culpados nos casos de mortes e desaparecimentos que envolvem as forças de segurança angolanas.

Segundo Vítor Nogueira, o relatório da AI descreve questões relacionadas com os "despejos forçados, a repressão dos direitos de liberdade de expressão e manifestação, o desaparecimento de pessoas, o uso excessivo da força pela polícia e os homicídios realizados pelas forças de segurança".