Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Amnistia critica resposta da UE à crise no Mediterrâneo

Líderes deverão rejeitar o alargamento das operações.
Lusa 23 de Abril de 2015 às 15:13
Resposta da UE não vai "parar a espiral de mortes" de migrantes e refugiados, diz a Amnistia
Resposta da UE não vai 'parar a espiral de mortes' de migrantes e refugiados, diz a Amnistia FOTO: Darrin Zammit Lupi/Reuters

A Amnistia Internacional criticou esta quinta-feira a resposta "lamentavelmente inadequada e vergonhosa" da cimeira da UE, esta tarde, em Bruxelas, à crise no mar Mediterrâneo, que não vai "parar a espiral de mortes" de migrantes e refugiados.


De acordo com o projeto de declaração da cimeira de Bruxelas, ao qual a organização de defesa dos direitos humanos Amnistia Internacional (AI) teve acesso, os líderes da UE deverão rejeitar o alargamento das operações de busca e socorro no Mediterrâneo e duplicar a Operação Triton, de vigilância das fronteiras europeias.


Se a UE aprovar esta proposta, esta operação será inferior, em termos financeiros, humanos e operacionais, relativamente à anterior operação italiana 'Mare Nostrum' (2013/2014).

Amnistia Internacional UE Mediterrâneo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)