Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Angola substitui gradualmente 30 mil armas de guerra nas mãos de seguranças privados

8 de Junho de 2014 às 09:15

A Lei sobre as Empresas Privadas de Segurança, recentemente aprovada em Angola, vai implicar um plano gradual de substituição de cerca de 30 mil armas de guerra, na posse destes elementos, por outras de autodefesa.

Em entrevista à agência Lusa, o coordenador da Comissão Nacional para o Desarmamento da População Civil, comissário-chefe Paulo de Almeida, admitiu, contudo, que "há ainda muitas coisas que precisam ser devidamente esclarecidas" no âmbito desta legislação, aprovada pela Assembleia Nacional em maio passado.

A Lei envolvendo as Empresas Privadas de Segurança coloca exigências relativas à formação do pessoal, um valor mínimo obrigatório de remuneração ou um capital mínimo para a sua constituição.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)