Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Apito Dourado: Deliberada a abertura da instrução do processo

O Tribunal de Gondomar deliberou esta segunda-feira a abertura da instrução do processo 'Apito Dourado', solicitada pela maioria dos 27 arguidos.
20 de Novembro de 2006 às 16:44
Os arguidos, entre os quais figuram o presidente da câmara local, Valentim Loureiro, o seu vice-presidente, José Luís Oliveira, e Pinto de Sousa, do Conselho de Arbitragem, são suspeitos de terem montado um esquema de contrapartidas para induzir os árbitros a beneficiar o Sport Clube de Gondomar.
O processo envolve ainda outros 24 arguidos, entre os quais 12 árbitros de futebol, também acusados de crimes de corrupção, cometidos no âmbito da sua actividade desportiva, segundo o despacho de acusação do processo 'Apito Dourado' a 8 Fevereiro deste ano.
A instrução vai agora confirmar ou invalidar a acusação que recai sobre Valentim Loureiro, suspeito da prática de 26 crimes de corrupção activa, sob a forma de cumplicidade, e dois crimes dolosos de prevaricação, eqnuanto José Luís Oliveira é acusado de 47 crimes, 26 dolosos de corrupção activa e 21 crimes dolosos de corrupção desportiva activa.
A acusação refere que Pinto de Sousa seria o intermediário, nomeando os árbitros a pedido dos dois dirigentes, para receber como contrapartidas os votos para ser eleito presidente do Conselho de Arbitragem e as influências de Valentim Loureiro junto do poder político.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)