Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Árbitro suspenso protesta em frente à sede da FPF

O árbitro Luís Leão Rodrigues esteve em protesto esta terça-feira à porta da sede da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), em Lisboa, contra a suspensão de quatro meses de que foi alvo após ter denunciado uma tentativa de corrupção.
28 de Novembro de 2006 às 16:54
O árbitro diz ter em seu poder imagens que mostram o pai de um árbitro, que pertence ao Conselho de Arbitragem de Aveiro, a falar com os observadores que estavam a avaliar o filho com o intuito de melhorar a sua nota. "Não pactuo com estas coisas. Já em 2000 tinha alertado para situações como esta e nunca ninguém mostrou interesse, já que sou um árbitro da distrital e para os outros não tinha valor", disse Luís Leão Rodrigues dirigindo críticas ao presidente da FPF, Gilberto Madaíl, e ao conselhos de justiça e disciplinar.
"Eu denunciei que as promoções dos árbitros eram feitas não pelo mérito, mas por influências, e como tal fui castigado", justificou.
Luís Rodrigues afirma que foi suspenso por ter dado uma entrevista ao extinto jornal 'O Independente' a expor a situação. A 28 de Outubro, quando falou com a TVI, foi igualmente alvo de um processo por parte da FPF. "O que é certo é que se passou aquilo que eu temia. O árbitro em questão ficou em primeiro e eu desci de divisão", avançou, advertindo ainda para o facto de só ter sido alvo de três observações quando são necessárias quatro para poder subir de escalão.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)