Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Assalto em V. Castelo: Dois arguidos

O Gabinete Coordenador de Segurança esclareceu esta sexta-feira que foram constituídas arguidas duas pessoas no caso relativo aos assaltos ocorridos quinta-feira a duas ourivesarias de Viana do Castelo e defendeu que o ministro da Administração Interna, Rui Pereira, "estava correcto" quando disse no Parlamento ter havido detenções no âmbito desta ocorrência.
7 de Setembro de 2007 às 19:02
De acordo com informação avançada pelo secretário-geral adjunto do Gabinete Coordenador de Segurança, Paulo Gomes, os dois suspeitos, que admitiram à GNR ter transportado uma pessoa ferida ao Hospital da Trofa, foram levados para interrogatório pela Polícia Judiciária (PJ). Um interrogatório que decorreu até às 21h00, altura em que terminaram as diligências.
Mais tarde, explicou o responsável do Gabinete Coordenador de Segurança, estes dois indivíduos suspeitos foram autorizados a ir para casa, até porque ainda não foram submetidos a interrogatório por um juiz, prosseguindo as investigações. No âmbito destas investigações, a PJ realizou ontem uma busca domiciliária.
Segundo explicou Paulo Gomes, um terceiro suspeito, um homem baleado na cabeça que foi transferido para o Hospital de São João, no Porto, ainda não foi constituído arguido, encontrando-se numa "situação terminal". Prosseguem, entretanto, as diligências para apurar se existe uma relação entre a bala encontrada no seu corpo e os tiros efectuados na sequência dos assaltos.
O secretário-geral adjunto do Gabinete Coordenador de Segurança fez questão de sublinhar que o que o ministro da Administração Interna, Rui Pereira, disse na Comissão Permanente da Assembleia da República, à hora em que falou, era correcto e verdadeiro. Na altura, o ministro afirmou: "Em Viana do Castelo, as forças de segurança todas - PSP, GNR e PJ - cumpriram o seu dever, deram o peito às balas, conseguiram deter os assaltantes".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)