Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Associação acusa TAP de deslocalizar trabalho para Bangladesh e companhia fala em "ignorância"

Lusa 21 de Abril de 2016 às 16:49

A Associação Peço a Palavra acusa a TAP de desrespeitar as medidas cautelares do supervisor ao criar um centro de custos no Bangladesh, o que levará à deslocalização de trabalho, e a transportadora desmente e fala "em ignorância".

Em comunicado, a Associação Peço a Palavra, criada para contestar a privatização da TAP, defende que a criação de um centro de custos/lucro no Bangladesh "representa um cenário de deslocalização de trabalho, não se encontrando asseguradas as medidas que garantem que a TAP possa continuar com o contributo dos seus trabalhadores para o IRS e para Segurança Social em Portugal".

Fonte oficial da TAP disse à Lusa que a companhia tem dezenas de centros de custo/lucro em várias regiões, que dizem respeito "a agentes de venda", mesmo em países de e para onde a transportadora nacional não voa, mas pode vender bilhetes em regime de 'code-share' (partilha de voos).

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)