Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Ataque resulta dos "constantes incitamentos contra os judeus”

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, classificou hoje o tiroteio em frente ao Museu Judaico, que fez três mortos e um ferido, como um ataque "contra os valores da Europa" e mostrou-se "profundamente chocado".
24 de Maio de 2014 às 23:31

O primeiro-ministro de Isreal disse hoje que o ataque que matou três pessoas em frente ao Museu Judaico, em Bruxelas, é o resultado dos "constantes incitamentos contra os judeus e o seu Estado".

 

"Este acto de homicídio é o resultado dos constantes incitamentos contra os judeus e o seu Estado", afimou Benjamin Netanyahu num comunicado, onde se lê também que "a difamação e as mentiras contra o Estado de Israel continuam a ser ouvidos em solo europeu mesmo que os crimes contra a humanidade e os actos de homicídio perpretados contra a nossa região continuem a ser sistematicamente ignorados".

Bruxelas ataque primeiro-ministro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)