Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Atendimento não pode demorar mais de 60 segundos

O Governo aprovou hoje em Conselho de Ministros um conjunto de regras de reforço da defesa do consumidor. Entre elas está a prestação de serviços através de 'call centers'. Neste âmbito proíbe-se fazer esperar o consumidor em linha mais de 60 segundos, desde o atendimento até chegar à fala com um operador.
11 de Março de 2009 às 15:29
Atendimento não pode demorar mais de 60 segundos
Atendimento não pode demorar mais de 60 segundos FOTO: D.R.

Caso não seja possível efectuar o atendimento nesses 60 segundos, deve ser disponibilizada uma forma de o consumidor deixar o seu contacto e identificar a finalidade da chamada, devendo o profissional responder em prazo não superior a um dia útil.

Quando o serviço de atendimento disponibilizar um menu electrónico, este não pode conter mais de cinco opções iniciais, devendo uma destas ser a opção de contacto com o profissional. Esta regra não se aplica nos horários em que o atendimento se processa exclusivamente através de sistema automático. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)