Jovem que alvejou Felisbela foi preso por roubos à mão armada

Bruno Bento, que confessou ter disparado o tiro que atingiu menina, cumpre pena de cinco anos e nove meses.
Por Magali Pinto|22.04.18
Notícia exclusiva para assinantes. Para ler faça Login ou AssineSaiba mais aqui.
Bruno Bento admitiu em 2003, poucos dias depois de Felisbela Dias ter sido baleada no recreio da escola, no Pendão, em Queluz, que era o atirador. "Fui eu que disparei", confessou na altura. O jovem estava acompanhado por Bruno Aleixo. Tinham ambos 15 anos. "Éramos umas crianças", disse ao CM o amigo do atirador, que agora vive em França. ...
Exclusivos CMEste artigo é exclusivo para Assinantes Correio da Manhã
Se já é Assinante, faça o seu loginouClique para ler TODOS OS EXCLUSIVOS CM de hoje.
Obtenha o seu código de acesso com uma simples chamada telefónica (0.60€ + IVA). Se já tem código, insira-o.
Assine agora o Correio da Manhã Digital
  • Assine Acesso integral ao Correio da Manhã ePaper (tal como é impresso em papel, veja exemplo)
  • AssineAcesso ilimitado a todo o site do Correio da Manhã.
  • AssineTodos os exclusivos, opinião e análise da edição em papel.
Saiba mais

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!