Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Autarca de Cascais lamenta tragédia e sublinha segurança do aeródromo

Queda da aeronave causou a morte a cinco pessoas.
17 de Abril de 2017 às 16:49
Autarca de Cascais lamenta tragédia e sublinha segurança do aeródromo
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Autarca de Cascais lamenta tragédia e sublinha segurança do aeródromo
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Autarca de Cascais lamenta tragédia e sublinha segurança do aeródromo
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
Avião despenha em Tires matando cinco pessoas
O presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, lamentou hoje a morte de cinco pessoas na sequência da queda de uma aeronave em Tires, mas lembrou que os acidentes não são recorrentes e que o aeródromo local tem segurança.

Segundo fonte do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários, a aeronave descolou do aeródromo de Tires, tendo-se despenhado cerca de dois mil metros depois da descolagem e caído perto do estabelecimento comercial Lidl.

De acordo com a Proteção Civil, a queda da aeronave causou a morte a cinco pessoas, quatro delas ocupantes do aparelho (três franceses e um suíço).

A quinta vítima estava no parque de descargas do supermercado LIDL.

"Ainda não estão apuradas as causas do acidente, isso agora compete às autoridades, mas o aeródromo está certificado com todas as condições de segurança", afirmou a Lusa o presidente da Câmara de Cascais.

Carlos Carreiras lamentou a tragédia ocorrida com a morte de cinco pessoas, mas sublinhou que estas ocorrências não têm sido frequentes.

"Nos últimos anos, este foi o acidente mais grave, porque as situações que têm havido têm causado poucos danos", afirmou Carreiras, quando questionado sobre a localização do aeródromo em meio urbano.

Reconhecendo que as consequências do acidente de hoje poderiam ter sido mais graves, Carlos Carreiras lembrou que o aeródromo já existe antes de existirem construções à volta e, ainda assim, "todas as casas foram sendo construídas cumprindo as regras de segurança", frisou.

O presidente da Câmara de Cascais destacou também a presença do Presidente da República no local.

"Pude assistir que foram muito importantes as palavras que ele teve para confortar as pessoas que lá estavam em ansiedade", disse.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)