Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Bagdad palco de violência religiosa

Pelo menos 39 pessoas morreram esta terça-feira numa vaga de violência religiosa sem precedentes no Iraque, tendo o parlamento iraquiano convocado para quinta-feira os ministros da Defesa e do Interior para explicarem os sucessivos ataques.
11 de Julho de 2006 às 18:49
Desde o último domingo que Bagdad tem sido palco de violência religiosa que já causou uma centena de mortos e reavivou o medo de uma guerra civil no país. Entre os vários ataques que tiveram lugar hoje, entre os 39 mortos registados, estão 10 xiitas executados à saída da capital iraquiana por homens armados que atiraram indiscriminadamente.
Refira-se que a maioria dos ataques têm sido realizados por grupos de homens armados ou através de carros armadilhados, espalhando o pânico por toda a região.
Ainda a cerca de 260 quilómetros a noroeste de Bagdad, seis soldados iraquianos e um chefe local da Al-Qaeda, morreram em confrontos durante uma operação militar na aldeia de Slamane, na província de Salahedinne, maioritariamente sunita. Confrontos que levaram o exército iraquiano a chamar as forças norte-americanas e a cercar a aldeia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)