Banco de Portugal alarga prazo para grandes bancos constituírem reservas

Por Lusa|30.11.17
  • partilhe
  • 0
  • +

O Banco de Portugal decidiu estender o prazo, de dois para quatro anos, para as instituições de importância sistémica, como a CGD, o BCP ou o Novo Banco, constituírem uma reserva de fundos próprios, foi hoje anunciado.

De acordo com um comunicado do Banco de Portugal (BdP), a metodologia e os níveis de reserva foram mantidos, mas o regulador "decidiu estender o prazo para cumprimento dos mesmos", tendo em conta "os desafios que o sistema bancário português ainda enfrenta, num contexto em que as taxas de juro permanecem muito baixas".

Entre os "desafios", o BdP destaca "a necessidade dos bancos continuarem a reduzir os ativos não produtivos em balanço", nomeadamente o malparado.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!