Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Barreiro: Fábrica promete reparar avaria

Fonseca Ferreira, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR-LTV), revelou esta quarta-feira que a AP-Amoníacos de Portugal garantiu reparar a avaria que provocou o aumento de emissões de dióxido de enxofre, na zona do Barreiro, na passada segunda-feira.
11 de Julho de 2007 às 17:49
Fábrica irá reparar danos e tomar medidas para o futuro
Fábrica irá reparar danos e tomar medidas para o futuro FOTO: d.r.
Além da reparação da avaria que provocou um incidente de impacto ambiental, a empresa, através de comunicado, fez saber que irá tomar outras medidas. “Todas as entidades presentes concordaram com a proposta da AP – Amoníaco de Portugal, para a criação de um grupo de trabalho que possa discutir e estabelecer mecanismos fluidos de comunicação e acompanhamento das questões ambientais, segurança e sociais, numa perspectiva de desenvolvimento sustentado”.
No final da reunião que se realizou naquela unidade industrial, Fonseca Ferreira afirmou que, “a empresa garantiu que já tinha identificado a avaria – uma anomalia no funcionamento dos filtros da estação de ácido sulfúrico – e que iria proceder à reparação dessa avaria”.
O presidente da Câmara do Barreiro, Carlos Humberto, disse que “as perspectivas são positivas” além de que a empresa, “está disponível para tomar medidas de reforço da qualidade ambiental para evitar novos problemas”. O presidente da autarquia afiançou que, “não estão em causa os 250 postos de trabalho desta fábrica”.
Na reunião esteve ainda presente Carla Graça, representante da Quercus, afirmando que, “a administração da AP, que nos convidou para estarmos presentes nesta reunião, propôs a criação de uma comissão de acompanhamento e parece estar interessada em prestar todos os esclarecimentos à população”.
Ver comentários